Brasileiro Série A

×
| // - :

Futebol/Série A

Inter arranca virada contra o Furacão e assume vice-liderança

São Paulo , SP
04/11/2018 20:55:59 — 04/11/2018 22:50:45

Em: Athletico-PR, Brasileiro Série A, Futebol, Internacional, Notícias
Colorado conseguiu a tão desejada vitória neste domingo (Foto: Reprodução/Twitter oficial/SCI)

A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro esteve perto de ser perfeita para o Palmeiras. Mas escapou. Ao encerramento das ações de domingo pela competição nacional, o Internacional, rival direto do Verdão na briga pelo título, contou com um pênalti nos minutos finais para vencer o Atlético-PR em pleno Beira-Rio, pelo placar de 2 a 1, ficando cinco pontos atrás dos comandados de Felipão ao final da rodada. Os gols do jogo foram marcados por Camacho, ex-Corinthians, para os visitantes, além de Rodrigo Moledo e D’Alessandro (pênalti), em favor dos donos da casa.

Com o resultado, o Colorado alcançou a segunda colocação na tabela de classificação da Série A, ficando com 61 pontos e encerrando a rodada à frente do Flamengo, que tem 60. O time paranaense, por outro lado, estacionou nos 43 pontos na disputa.

O técnico Tiago Nunes, do Furacão, que foi expulso na reta final do embate deste domingo, escalou somente reservas para o confronto no Beira-Rio, devido às semifinais da Copa Sul-Americana. O Furacão quase conseguiu segurar o empate fora de casa, perdendo, também, a oportunidade de adentrar o G6 da tabela.

Agora, pela 33ª rodada do Brasileirão, o Internacional vai até a Arena Castelão para encarar o difícil Ceará, às 17h00 (horário de Brasília) do próximo domingo. Por outro lado, o Atlético-PR, que joga contra o Fluminense no meio de semana pela Sul-Americana, receberá o Cruzeiro em seus domínios, às 19h00 do sábado.

Leandro Damião era o melhor atleta em campo no segundo tempo, mas foi substituído por Odair Hellmann (Foto: Reprodução/Twitter oficial/SCI)

O jogo – A promessa de uma partida movimentada não confirmou-se no primeiro tempo disputado no Beira-Rio. Em jogo muito truncado, Internacional e Atlético-PR pouco criaram e tiveram, cada, apenas uma oportunidade de alterar o marcador do embate.

Aos 24 minutos de duelo, o ídolo colorado, D’Alessandro, recebeu passe por cima de Juan Alano e bateu do jeito que a bola veio. A finalização, no entanto, passou à direita da meta defendida pelo goleiro Felipe Alves.

Dez minutos depois, foi a vez do Furacão assustar. Em cobrança de falta de longe, Bergson pegou em cheio na bola, que, devido ao efeito, fez uma curva. Marcelo Lomba até pulou, mas o potente chute acabou indo para fora, mantendo o zero no placar.

No segundo tempo, o Internacional saiu dos vestiários disposto a inaugurar o marcador. Nico López recebeu bola de Leandro Damião e bateu colocado, sem força, obrigando Felipe Alves a se esticar para fazer a defesa. Pouco depois, o camisa 9, de costas para a zaga, serviu Juan Alano, que chutou em cima da defesa do Furacão.

O Atlético-PR, por sua vez, respondeu com perigo: aos sete minutos, Márcio Azevedo cobrou falta para a área e a bola desviou no zagueiro Victor Cuesta, acertando a trave de Marcelo Lomba.

Melhor em campo na etapa final, Leandro Damião novamente assustou Felipe Alves. Após puxada de contra-ataque de Nico López, o centroavante do Inter fez o domínio e bateu colocado, exigindo nova boa defesa do arqueiro do Atlético-PR. Depois do lance, entretanto, Odair Hellmann optou por sacar o jogador e colocar Wellington Silva em campo, fato que gerou descontentamento em Damião e vaias no Beira-Rio.

Foi neste cenário que os visitantes abriram o placar. Aos 18, Camacho aproveitou erro de Patrick na intermediária e arrancou com a bola. O camisa 15 do Furacão bateu de fora da área e contou com desvio de Rodrigo Moledo no meio do caminho, enganando Marcelo Lomba e inaugurando o marcador na casa do Colorado.

Após alterações ofensivas de Odair Hellmann e a urgência da igualdade, o Internacional, impulsionado por sua torcida, conseguiu o empate aos 36 minutos do período final. Wellington Silva recebeu pela lateral e cruzou para a área, encontrando Rodrigo Moledo. O zagueiro, com pinta de atacante, fez o movimento correto de finalização e tocou para o fundo das redes: 1 a 1.

Quando tudo parecia apontar para o empate no placar, Márcio Azevedo empurrou Rossi dentro da área e o juiz Rodrigo D’Alonso assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, feita aos 48 minutos do segundo tempo, o argentino D’Alessandro enfiou uma bomba e decretou a vitória colorada na partida.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 x 1 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 04 de novembro de 2018, domingo
Horário: 19h00 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D´Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Alex dos Santos (SC)

Cartões amarelos: Victor Cuesta e Iago (Internacional); Felipe Alves e Márcio Azevedo (Atlético-PR)
Gols: INTERNACIONAL: Rodrigo Moledo, aos 36 minutos do segundo tempo e D’Alessandro, aos 48 minutos do segundo tempo. ATLÉTICO-PR: Camacho, aos 18 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Gabriel Dias (Rossi), D’Alessandro, Juan Alano (William Pottker) e Patrick; Nico López e Leandro Damião (Wellington Silva)
Técnico: Odair Hellmann

ATLÉTICO-PR: Felipe Alves; Diego Ferreira, Wanderson, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Camacho (Léo Pereira), Matheus Rossetto (Raphael Veiga) e Bruno Guimarães; Marcinho (Marcelo Cirino), Bergson e Rony
Técnico: Tiago Nunes

Além dos 90 minutos

Ads – Rodapé Posts




Escalação
Ainda não há informações
Tec -
- Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores