Em semana decisiva, Pablo não deve encarar o Avaí na Ressacada

17/07/2017 11:58:58 — 17/07/2017 12:42:56

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Futebol
Zagueiro sofreu uma contratura antes de jogar o Derby (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O zagueiro Pablo, que vive uma semana decisiva para a compra dos seus direitos econômicos por parte do Corinthians, não deve atuar na partida desta quarta-feira, contra o Avaí, 21h (de Brasília), no estádio da Ressacada, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fora da reapresentação da equipe, na manhã desta segunda-feira, ele dificilmente reunirá condições físicas de entrar em campo em Florianópolis.

O jogador sofreu uma contratura muscular na coxa direita ainda no aquecimento para o Derby da última quarta-feira, no Palestra Itália, e aguentou jogar até os 26 minutos do segundo tempo. Após pedir substituição ao técnico Fábio Carille, ele passou os últimos dias fazendo tratamento para ver se conseguiria encarar os catarinenses, mas até agora não conseguiu realizar trabalhos com bola no gramado.

Dessa forma, o mais provável é que o treinador mantenha a dupla de zaga formada por Balbuena e Pedro Henrique, que atuou no empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, no sábado, no estádio de Itaquera. Sem grande gravidade, a contusão de Pablo deve estar curada até o domingo, data da partida entre o Timão e o Fluminense, no estádio do Maracanã.

Fora de campo, o defensor ouviu da diretoria e do seu empresário que há uma proximidade quanto ao acerto da compra de 100% dos seus direitos econômicos, fixados em 3 milhões de euros (R$ 11 milhões). Após dizer que sua permanência estava 99% certo há cerca de duas semanas, o jogador espera a conclusão das conversas entre o seu representante e a diretoria até o final desta semana.

“Jogador de muita qualidade, se firmou ali, entrosou bem com o Balbuena. Fora de campo agrega o grupo, alegra o grupo, é muito importante para nós que somos jovens, jogador de experiência, rodagem europeia. Importante para nós também”, afirmou o volante Maycon, confiante na presença de Pedro.

“Mas acho que o Pedro entrou bem tanto contra o Palmeiras quanto contra o Atlético-PR. Tem a confiança do grupo, do Fábio… todos que entram têm essa confiança. Até mesmo o Léo (Santos), se precisar, entra tranquilo. Confiamos em todos que estão trabalhando. A oportunidade aparece em momentos assim, por isso todos têm que estar preparados”, concluiu.

Com 36 pontos conquistados em 14 rodadas, o Timão figura na liderança do Brasileiro, oito pontos à frente do Grêmio, segundo colocado. O time mais provável para o duelo na Ressacada é: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.