Brasileiro Série A

Independência | 29/04/2018

Em jogo polêmico, Galo vence Corinthians com gol no fim

São Paulo , SP
29/04/2018 18:08:31 — 29/04/2018 19:15:40

Em: Atlético-MG, Brasileiro Série A, Corinthians, Escolha do editor, Futebol
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Em jogo orquestrado por uma arbitragem muito ruim de Dewson Freitas, o Atlético-MG conseguiu uma vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians na tarde deste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O único gol da partida saiu do peito de Roger Guedes, em lance no qual o Timão reclamou saída de bola e falta em Mantuan.

Com o resultado, o Alvinegro perde a liderança do Campeonato Brasileiro para o Flamengo, estacionando nos seis pontos conquistados e encerrando sua maratona de jogos como visitante no torneio. O Galo, por sua vez, conquistou o segundo triunfo consecutivo no torneio e agora divide posição com os paulistas.

Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente o Ceará, às 11h (de Brasília) do domingo, na Arena Corinthians. Antes, no entanto, os alvinegros dão uma pausa no Campeonato Brasileiro para disputar a quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América, contra o Independiente-ARG, também em Itaquera, mas na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). Larghi e sua trupe, por outro lado, visitam o São Paulo às 19h (de Brasília) do sábado, no Morumbi.

Arbitragem ruim atrapalha etapa inicial

O primeiro tempo começou com o Atlético-MG mostrando uma intensidade digna de final de campeonato, marcando o Corinthians no campo de ataque e dando muito pouco espaço para a criação alvinegra, relegada a uma ou outra subida de Maycon pelo meio. Enquanto isso, Otero comandou as ações ofensivas dos donos da casa, apoiados pelo embalo da torcida.

A primeira grande chance veio justamente no primeiro vacilo da arbitragem. Após ignorar forte entrada em Mantuan, Dewson Freitas deu amarelo para Gabriel em falta ainda na intermediária. Sem se preocupar com a distância, Otero bateu muito bem a infração e carimbou o travessão de Cássio.

Empolgado, o Galo não diminuiu o ritmo e chegou ao gol aos 37 minutos, quando Roger Guedes aproveitou sobra de bola na área e chutou para o gol de Cássio. Após um minuto, porém, o juiz voltou atrás e paontou toque de mão de Ricardo Oliveira, que realmente aconteceu, anulando o tento atleticano e causando revolta na torcida.

Pouco depois, Maycon invadiu a área e sofreu um puxão de Patric, ignorado pela arbitragem. O jogo seguiu em ritmo acelerado, com o Timão mais se defendendo do que ficando com a bola, mas mantendo o placar zerado até o intervalo da partida.

Galo segue pressão e consegue a vitória

O Galo voltou para o segundo tempo impressionantemente sem diminuir sua intensidade. Ainda que pecasse na criação, com jogadas sempre buscando mais uma bola alçada na área do que o toque de bola. Gustavo Blanco, em escapada pela direita, acertou o travessão de Cássio em tentativa de cruzamento.

Emerson Sheik, que entrou no intervalo, tentou dar mais movimentação ao ataque corintiano, que conseguiu produzir mais. O primeiro lance foi um chute de fora da área de Rodriguinho, que passou à direita de Victor. Pouco depois, Sheik chutou forte e Victor espalmou para o meio da área, contanto com Patric para afastar.

O Atlético passou a acionar bastante Ricardo Oliveira, que quase marcou em chute próximo à linha de fundo, parando em boa defesa de Cássio. Na resposta, Vital tentou encobrir Victor, que havia afastado mal uma bola, mas o arqueiro conseguiu se recuperar a tempo.

Em busca da vitória, Larghi fez uma substituição tripla e mandou o time todo para o ataque, sendo recompensado em outro lance polêmico. Após esticada para Patric, o lateral cruzou na área uma bola que quase saía pela linha de fundo e Roger Guedes, após dar uma trombada nas costas de Mantuan, empurrou para a rede.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 29 de abril de 2018 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA)
Cartões amarelos: Roger Guedes, Adilson, Ricardo Oliveira, Elias (Atlético-MG); Gabriel, Romero, Maycon (Corinthians)
Gols:
ATLÉTICO-MG: Roger Guedes, aos 41 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Bremer (Mateus Galdezani), Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Elias), Otero, Luan (Alerrandro) e Roger Guedes; Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Mantuan), Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Mateus Vital, Rodriguinho (Marquinhos Gabriel) e Clayson (Emerson Sheik)
Técnico: Fábio Carille