Edimar relembra Cruzeiro de 2016 e admite preocupação com rebaixamento

Lucas Sarti* - São Paulo,SP

31-08-2017 19:38:49

O lateral esquerdo Edimar aproveitou a oportunidade e assumiu a titularidade do São Paulo, que vive fase conturbada e ocupa a penúltima colocação do Campeonato Brasileiro. Emprestado pelo Cruzeiro até o final desta temporada, o lateral relembrou o momento parecido que viveu com o clube mineiro em 2016.

"Naquele ano o Mano Menezes chegou nas últimas duas rodadas do primeiro turno e conseguimos uma sequência de bons resultados. O Mano impôs sua característica, fechou a parte defensiva. Isso que procuramos fazer aqui (no São Paulo). O Cruzeiro conseguia matar os jogos e é isso que nós precisamos", disse Edimar em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

A situação lembrada por Edimar é parecida com a que o Tricolor vive nesta temporada. Mano Menezes assumiu a Raposa na 17ª rodada da competição, quando o clube também ocupava o penúltimo lugar. O técnico melhorou o aproveitamento da equipe, que foi de 31% para 45%, e terminou o Brasileirão na 12ª posição.

Apesar de se salvar no último ano, Edimar não quer viver o mesmo enredo neste ano. O lateral esquerdo admitiu que o elenco se preocupa com a possibilidade real de rebaixamento à Série B.

"A preocupação é muito grande, até porque jogar no São Paulo não é fácil. A história fala por si só. Quem joga aqui tem que ter pressão. A confiança é muito grande e temos trabalhado para sair dessa situação. Saliento novamente que a confiança é grande e vamos sair dessa situação", acrescentou.


Para deixar a incomoda zona, o São Paulo vai apostar suas fichas no estádio do Morumbi. Dos próximos quatro jogos do Tricolor, três são em casa: Ponte Preta (casa), Vitória (fora), Corinthians (casa) e Sport (casa). Edimar acredita que o apoio da torcida, que vem lotando as arquibancadas, será muito importante para ajudar a equipe.

"O Morumbi tem que ser nosso forte, nossa casa, onde o adversário vem e nos respeita. Temos que buscar as vitórias em casa e fora também", finalizou.

O Tricolor volta a campo no dia 9 de setembro, quando enfrenta a Ponte, no Morumbi, às 19h00 (de Brasília). O principal desfalque do duelo será o zagueiro Arboleda, suspenso.

* Especial para a Gazeta Esportiva

 

Deixe seu comentário