Com gols de Arias e Cano, Fluminense vence o Bragantino no Brasileirão

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

24/07/22 | 18:14 - 24/07/22 | 20:18

A parceria entre Arias e Cano funcionou mais uma vez. Eles se destacaram na vitória do Fluminense sobre o Bragantino por 2 a 1, neste domingo, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gramado do Maracanã passa por manutenção.


Arias abriu o placar e deu a assistência para Cano também balançar a rede. O Tricolor teve uma boa atuação no Raulino de Oliveira - acertou a trave três vezes. Contudo, o vacilo defensivo em escanteio deu "vida" ao jogo.

Com a vitória, o Fluminense chega a 34 pontos e está na terceira posição do Brasileirão - o Corinthians venceu o Atlético-MG no Mineirão, chegou a 35 e manteve a vice-liderança. Já o Bragantino, com 27 pontos, está na oitava colocação.

O Fluminense, agora, tem a Copa do Brasil. O Tricolor Carioca abre o confronto das quartas de final contra o Fortaleza, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), fora de casa. O local da partida não está definido. O próximo compromisso do Flu pelo Brasileirão é contra o Santos, no dia 1º de agosto, na Vila Belmiro, às 20 horas. Já o Bragantino recebe o Juventude, domingo, às 19 horas, no Nabi Abi Chedid.

O duelo entre Fluminense e Bragantino

O técnico Fernando Diniz fez uma mudança no Fluminense. Ele iniciou o duelo com Nathan no lugar de Matheus Martins. A primeira grande chance foi tricolor, aos dez minutos. Nonato deu bom passe para Caio Paulista. O goleiro Lucão saiu para abafar o lance. A bola pegou no zagueiro Natan, que buscava fazer a cobertura, e voltou na trave.

O Fluminense chegou a marcar aos 21 minutos. Cano foi lançado, driblou a marcação e chutou no canto. Contudo, ele estava impedido na origem da jogada. O gol foi anulado. Dois minutos depois, André obrigou Lucão a trabalhar. Ele chutou da entrada da área. O goleiro espalmou.

O Bragantino finalmente levou perigo. Gabriel Novaes foi lançado e chutou por cima. Depois, aos 32, Ganso errou passe. Após cruzamento da direita, Lucas Evangelista completou para fora, à direita. Cano também errou o alvo do outro lado. Aos 34, Samuel Xavier cruzou e encontrou o artilheiro. Ele, porém, isolou.

O Fluminense foi superior no primeiro tempo, mas não conseguiu ir para o intervalo em vantagem. O segundo tempo começou sem VAR. A região do Raulino de Oliveira ficou sem luz. Assim, como o gerador do estádio não funcionou, não era possível usar a tecnologia. Diniz colocou Matheus Martins no lugar de Nathan.

Gols apenas no segundo tempo

O Tricolor Carioca deu uma blitz no começo da etapa final. Aos dois minutos, após cruzamento, Caio Paulista ficou com o rebote e acertou a trave. A bola ainda ficou com o Flu. Cano recebeu cruzamento e emendou. Lucão espalmou.

Aos dez, o Fluminense acertou a trave do Bragantino mais uma vez. Cano finalizou. A bola desviou na zaga e explodiu no poste. A pressão tricolor surtiu efeito. Nonato passou para Arias. Ele tocou na saída do goleiro, aos 16 minutos. O Fluminense ampliou na sequência, aos 21. Arias deu bolão para Cano. O artilheiro emendou de primeira e fez 2 a 0.

Entretanto, o Fluminense vacilou e levou um gol. Aos 26 minutos, após cobrança de escanteio, a zaga tricolor deixou Luan Cândido subir sozinho. O lateral então não desperdiçou e diminuiu.

Assim, o Flu precisou se defender mais. O VAR voltou a funcionar aos 40 minutos do segundo tempo. Dessa forma, nos acréscimos, o VAR recomendou revisão de lance envolvendo Marrony, que entrou na etapa final. O atacante deu um chute em Lomónaco, após ser puxado. Marrony foi expulso. O Fluminense segurou o resultado e venceu no Raulino de Oliveira.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2X1 BRAGANTINO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data: 24/07/2022, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 8.827 pagantes / 9.877 presentes
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Fábio Pereira (TO)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG-VAR-Fifa)
Cartão amarelo: Nino, André, Manoel, Felipe Melo e Caio Paulista (Fluminense) e Aderlan e Carlos Eduardo (Bragantino)
Cartão vermelho: Marrony (Fluminense)
Gols:
Fluminense: Arias, aos 16' do 2ºT, e Cano, aos 21' do 2ºT
Bragantino: Luan Cândido, aos 26' do 2ºT

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier (David Duarte), Nino, Manoel e Caio Paulista; André, Nonato (Martinelli), Nathan (Matheus Martins) e Ganso (Felipe Melo); Arias (Marrony) e Gérman Cano
Técnico: Fernando Diniz

BRAGANTINO: Lucão; Aderlan (Andrés Hurtado), Lomónaco, Natan e Luan Cândido (Ramon); Raul, Lucas Evangelista (Helinho) e Miguel (Jadsom); Sorriso, Artur e Gabriel Novaes (Carlos Eduardo)
Técnico: Maurício Barbieri

Deixe seu comentário