Gazeta Esportiva

Com gol de Luan nos acréscimos, São Paulo vence Atlético-GO e retoma posição no G8

São Paulo, SP

27/10/22 | 21:01 - 27/10/22 | 22:30

Foi difícil, mas o São Paulo retomou sua posição no G8 do Campeonato Brasileiro. Recebendo o Atlético-GO nesta quinta-feira, no Morumbi, pela 34ª rodada da competição, o time comandado por Rogério Ceni saiu na frente com Calleri, mas viu o rival crescer na partida, empatar com golaço de Baralhas e só não virar graças a várias boas defesas de Felipe Alves. Só que Luan, nos acréscimos do segundo tempo, salvou a noite do Tricolor, garantindo a importantíssima vitória por 2 a 1.

O São Paulo, que ia deixando o G8 por causa da vitória do Fortaleza, se mantém no grupo que garante classificação para a Libertadores de 2023 e segue dependendo apenas de si para disputar o torneio continental no ano que vem.

O São Paulo volta a campo na próxima terça-feira, quando recebe o Atlético-MG, no Morumbi, às 21h30 (de Brasília), em confronto direto na briga por uma vaga na Libertadores. Já o Atlético-GO encara o Santos, em Goiânia, na próxima quarta-feira, às 19h.


O jogo

O São Paulo começou o jogo ligado e quase abriu o placar logo aos três minutos, quando Calleri ajeitou de cabeça para Patrick, que, por sua vez, soltou a bomba da entrada da área, mas a bola desviou na defesa rival e saiu pela linha de fundo. O Atlético-GO respondeu pouco depois, aproveitando falha de Colorado para puxar contra-ataque. Wellington Rato deu passe em profundidade para Airton, que bateu no cantinho, exigindo a defesa de Felipe Alves.

O São Paulo continuou pressionando e até balançou as redes aos 13 minutos, quando Luciano carimbou a trave, e Calleri completou, no rebote, mas o árbitro marcou impedimento do atacante argentino corretamente.

Se Calleri não teve sorte na primeira jogada, minutos depois ele foi mais feliz. Luciano carregou a bola pelo meio e abriu para Patrick na esquerda. O Pantera cruzou na medida para Calleri no segundo pau, e o atacante argentino completou de primeira, sem chances para o goleiro Renan, colocando o Tricolor na frente.

Só que após abrir vantagem o São Paulo relaxou e quase tomou o empate antes do intervalo. Primeiro Moreira errou um passe na saída de bola, cedendo contra-ataque, e Luiz Fernando soltou o pé, de primeira, da entrada da área, tirando tinta da trave. Depois, Felipe Alves teve de fazer um verdadeiro milagre, defendendo chute rasteiro de Airton , no rebote, a cabeçada de Churín.

Segundo tempo

O São Paulo tentou ampliar o placar logo no início do segundo tempo, mas faltou um pouquinho de sorte. Aos 12 minutos, Calleri cruzou no segundo pau, e Moreira ajeitou para o meio da área. A zaga tentou cortar e jogou contra o próprio gol, obrigando Renan a fazer boa defesa. Depois foi a vez de Moreira acionar Calleri em profundidade e o atacante bater cruzado, mandando para fora.

O Tricolor teve uma de suas melhores chances do jogo em cobrança de falta quase na linha da grande área. Galoppo rolou para Reinaldo, que chegou soltando a bomba, mandando muito próximo do gol do Atlético-GO.

Mas, sem conseguir converter suas chances, o São Paulo acabou castigado aos 27 minutos. Baralhas interceptou o lançamento de Rafinha, foi conduzindo a bola até a entrada da área e bateu com categoria, mandando no ângulo, para marcar um golaço e deixar tudo igual no Morumbi.

O Atlético-GO só não virou o jogo por causa de Felipe Alves. Aos 35 minutos, Luiz Fernando recebeu dentro da área e bateu forte, obrigando o goleiro do São Paulo a fazer mais uma grande defesa para salvar sua equipe no Morumbi. Depois, aos 43, Churín saiu cara a cara com o camisa 1 tricolor, que fez outra ótima intervenção.

Mas, praticamente no último lance do jogo, Luan aproveitou o rebote na entrada da área para bater para o gol do jeito que deu, sendo premiado com o gol da vitória e saindo de campo ovacionado pelos mais de 17 mil torcedores nas arquibancadas do Morumbi.

FICHA TÉCNICASÃO PAULO 2 X 1 ATLÉTICO-GO

Local: estádio do Morumbi, em São PauloData: 27 de outubro de 2022, quinta-feiraHorário: 19h (de Brasília)Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (FIFA-RJ)Assistentes: Thiago Correa Farinha (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)VAR: Rodrigo Nunes de Sá (FIFA-RJ)

Público: 17.598 torcedores.
Renda: R$ 713.730,00

Gol: Calleri, aos 22 do 1ºT, Luan, aos 48 do 2ºT (São Paulo); Baralhas, aos 27 do 2ºT (Atlético-GO)
Cartões amarelos: Patrick (São Paulo); Wanderson, Willian Maranhão, Édson Fernando, Léo Pereira (Atlético-GO)

SÃO PAULO: Felipe Alves; Rafinha, Luizão e Léo; Moreira (Luan), Colorado (Galoppo), Rodrigo Nestor (Talles Costa), Patrick e Reinaldo (Welington); Luciano (Eder) e Calleri.Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-GO: Renan; Édson Fernando, Lucas Gazal, Wanderson e Jefferson (Shaylon); Willian Maranhão (Marlon Freitas), Gabriel Baralhas e Wellington Rato; Airton (Léo Pereira), Diego Churín e Luiz Fernando (Jorginho).Técnico: Eduardo Souza.

Deixe seu comentário