Gazeta Esportiva

Calleri desencanta, São Paulo vence o Ceará e respira no Brasileirão

São Paulo, SP

18/09/22 | 18:00 - 18/09/22 | 18:48

O São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Visitando o Ceará neste domingo, no Castelão, pela 27ª rodada do torneio, o time comandado por Rogério Ceni se impôs desde os primeiros minutos e conseguiu sair de campo com o importantíssimo triunfo por 2 a 0, graças aos gols de Calleri, que acabou com um jejum de oito jogos sem balançar as redes, e Nahuel Bustos.

Essa foi a primeira vitória do São Paulo nas últimas cinco partidas pelo Campeonato Brasileiro. Em um confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Tricolor teve vantagem numérica por mais da metade do jogo, já que Luiz Otávio foi expulso na reta final do primeiro tempo, após falta em Calleri, e Zé Roberto, que substituiu Jô, também recebeu cartão vermelho por ter atingido Diego Costa sem a bola nos minutos finais da etapa complementar.

Com o resultado, o São Paulo foi a 34 pontos e ampliou sua distância para os últimos colocados na tabela, ganhando mais tranquilidade para as últimas semanas antes da tão esperada final da Copa Sul-Americana, que acontece no dia 1 de outubro, em Córdoba, na Argentina, contra o Independiente Del Valle, do Equador. Antes disso, o Tricolor recebe o Avaí no próximo domingo, no Morumbi, pelo Brasileiro.

O jogo

A primeira boa chance de gol do jogo foi do Ceará. Aos oito minutos, Felipe Alves falhou ao repor a bola com os pés, entregando-a para Lima, que bateu de primeira na tentativa de aproveitar o fato de o rival estar fora de sua meta, mas não acertou o alvo. Três minutos depois, foi a vez de o São Paulo assustar em chute de fora da área de Pablo Maia.

Daí em diante só deu São Paulo. Aos 22 minutos, Calleri, cara a cara com o goleiro, chutou em cima do rival. Mas, no rebote, Patrick cruzou na medida para o atacante argentino cabecear certeiro e abrir o placar no Castelão, encerrando um jejum de oito jogos sem balançar as redes.

O São Paulo só não ampliou aos 34 minutos por um detalhe. Pablo Maia lançou para Calleri, que invadiu a área, mas foi derrubado por Luiz Otávio. O árbitro não hesitou em marcar pênalti, mas, após revisão do VAR, foi marcada falta fora da área, o que acabou gerando, por consequência, a expulsão do zagueiro do Ceará.

Na cobrança de falta, Luciano rolou para Pablo Maia, que bateu forte, exigindo boa defesa de João Ricardo. O segundo gol não veio, mas o São Paulo passou a ter vantagem de jogar com um homem a mais em campo por mais da metade do jogo.


Segundo tempo

O São Paulo voltou para o segundo tempo com três mudanças: Igor Vinícius, Galoppo e Bustos nas vagas de Rafinha, Nestor e Luciano. E logo aos nove minutos um deles quase ampliou o placar. Após cobrança de escanteio, Galoppo subiu mais alto que a defesa do Ceará e cabeceou como manda o manual do artilheiro, para baixo, mas a bola quicou no gramado, bateu no travessão e não entrou.

O Ceará, mesmo com um a menos, tentava ao menos arrancar o empate e aos 16 minutos quase conseguiu. Jô puxou o contra-ataque e abriu na esquerda para Mendoza, que cruzou na medida para Vina, dentro da área, pegar de primeira, mandando muito próximo à trave de Felipe Alves.

A pressão do São Paulo não cessou, e João Ricardo teve de trabalhar em chutes de fora da área, primeiro de Galoppo, no cantinho, depois de Pablo Maia, buscando o ângulo. Em ambos os casos, o goleiro do Ceará conseguiu espalmar para escanteio.

Nos minutos finais, o Ceará foi com tudo para o ataque para evitar a derrota no Castelão cheio, mas o São Paulo se manteve bem postado na defesa para frear o ímpeto dos rivais. Zé Roberto, por ter atingido Diego Costa sem a bola, ainda foi expulso pelo árbitro, deixando o Vozão com 9 em campo.

Nos acréscimos, o São Paulo ainda teve tempo de, enfim, ampliar após Marcos Guilherme acionar Igor Gomes no segundo pau e o meia ajeitar para Bustos completar de primeira, marcar seu primeiro gol com a camisa do São Paulo e sacramentar a vitória tricolor em Fortaleza.

FICHA TÉCNICACEARÁ 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)Data: 18 de setembro de 2022, domingoHorário: 16h (de Brasília)Árbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF)Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (FIFA-BA) e Leila Naiara Moreira da Cruz (FIFA-DF)VAR: Adriano Milczvski (PR)

Gols: Calleri, aos 22 do 1ºT, e Bustos, aos 47 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: João Ricardo, Jô, Lacerda, Nino Paraíba (Ceará); Nestor, Luciano (São Paulo)
Cartão vermelho: Luiz Otávio, Zé Roberto (Ceará)

CEARÁ: João Ricardo; Nino Paraíba (Diego), Messias, Gabriel Lacerda (Luiz Otávio), Victor Luis; Richardson (Lacerda) e Richard Coelho; Lima, Vina (Guilherme Castilho), Mendoza; Jô (zé Roberto)Técnico: Lucho González.

SÃO PAULO: Felipe Alves; Rafinha (Igor Vinícius), Diego Costa, Léo e Welington; Pablo Maia, Nestor (Galoppo), Alisson (Marcos Guilherme) e Patrick (Igor Gomes); Luciano (Bustos) e Calleri.Técnico: Rogério Ceni.

Deixe seu comentário