Botafogo bate o Athletico-PR e acaba com sequência negativa no Brasileirão

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

23/07/22 | 23:03 - 23/07/22 | 23:05

O Botafogo interrompeu a sequência negativa e voltou a vencer. Neste sábado, o Fogão fez 2 a 0 sobre o Athletico-PR, no Estádio Nilton Santos, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. A dupla Jeffinho e Erison foi o destaque da noite.

Após quatro derrotas seguidas (uma pela Copa do Brasil e três pelo Brasileirão), o Botafogo conseguiu reagir. E jogando bem. O técnico Luís Castro mandou a campo um time mais ofensivo. Funcionou. Jeffinho se destacou e fez um belo gol, assim como Erison.

Com a vitória, o Botafogo pulou para 24 pontos e para a 11ª colocação do Campeonato Brasileiro, além de ganhar confiança para tentar embalar. O Athletico-PR, que rodou o time de olho na Copa do Brasil, continua com 31 pontos e está em quinto lugar.

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Corinthians, sábado, às 19h (horário de Brasília), na Neo Química Arena. O Athletico-PR, por sua vez, recebe o São Paulo, domingo, dia 31, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada. Antes, porém, o Furacão abre o duelo de quartas de final da Copa do Brasil contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã.


O jogo

O técnico Luís Castro fez mudanças no Botafogo. Ele escalou Daniel Borges, Mezenga, Eduardo, Lucas Piazon e Erison no time inicial. Saravia, Kanu, Luís Oyama, Vinícius Lopes e Matheus Nascimento foram para o banco de reservas.

A primeira chance foi do Athletico-PR. Aos sete minutos, após falta cobrada para a área, Hugo Moura ganhou pelo alto e obrigou Gatito Fernández a mandar para escanteio. A resposta do Botafogo foi três minutos depois. Lucas Fernandes recebeu na entrada da área e chutou. A bola tocou na trave antes de sair.

Bento fez milagre aos 16 minutos. Lucas Fernandes deu bolão para Erison. Ele se livrou da marcação e chutou praticamente à queima-roupa. O goleiro do Athletico-PR salvou no reflexo. O Fogão abriu o placar aos 18 minutos. Jeffinho foi lançado pela esquerda e cruzou. Abner cortou e a bola ficou com Erison. O centroavante acertou o ângulo e fez 1 a 0.

O jogo ficou truncado e sem muita emoção. O Botafogo se defendia bem e só foi levar susto na reta final do primeiro tempo. Aos 45, Fernandinho chutou da entrada da área. O chute desviou na zaga e subiu, encobrindo a baliza. Jeffinho, dois minutos depois, arriscou da entrada da área e mandou à esquerda. O Fogão foi para o intervalo em vantagem.

O Botafogo ampliou o placar aos nove minutos da etapa final. Hugo Moura errou passe. Jeffinho arrancou, passou pelo volante e chutou da entrada na área, no canto: 2 a 0. O Athletico-PR balançou a rede aos 15 minutos, após cobrança de escanteio. Porém, Hugo Moura estava impedido. O gol foi anulado.

O Fogão assustou no minuto seguinte. Jeffinho arrancou pela esquerda e cruzou para Eduardo. A finalização do meia foi para fora, com perigo. A resposta do Athletico-PR foi com Khellven, que entrou no intervalo. Ele foi lançado pela direita e encobriu Gatito. A bola, contudo, foi por cima da baliza.

O técnico Luís Castro, que já havia colocado Patrick de Paula e Matheus Nascimento - saíram Lucas Fernandes e Erison -, promoveu a reestreia de Luis Henrique. Revelado pelo clube, o atacante estava no Olympique de Marselha, da França.

Gatito apareceu bem aos 39 minutos. Após cobrança de escanteio, o Athletico ficou com rebote, mas Rômulo parou no goleiro do Botafogo. Gatito trabalhou novamente aos 48. Rômulo foi lançado e chutou com força. O goleiro espalmou. O Fogão se recuperou no Brasileiro e voltou a vencer.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2X0 ATHLETICO-PR

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23/07/2022, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS-Fifa) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Cartão amarelo: Thiago Heleno e Terans (Athletico-PR)
Gols: Erison, aos 18' do 1ºT, e Jeffinho, aos 9' do 2ºT (Botafogo)

Público: 8.105 presentes
Renda: R$ 203.630,00

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Daniel Borges (Saravia), Philipe Sampaio, Mezenga e Marçal; Tchê Tchê, Lucas Fernandes (Patrick de Paula), Eduardo e Lucas Piazon; Jeffinho (Luis Henrique) e Erison (Matheus Nascimento). Técnico: Luís Castro

ATHLETICO-PR: Bento; Orejuela (Khellven), Thiago Heleno (Nicolás Hernández), Matheus Felipe e Abner Vinícius (Vitinho); Hugo Moura, Fernandinho (Erick) e Terans; Canobbio (Vitor Bueno), Pedrinho e Rômulo.
Técnico: Felipão

Deixe seu comentário