Atlético-GO marca no fim, vence o Avaí e embola o Z4 do Brasileirão

São Paulo, SP

08/06/22 | 22:27 - 08/06/22 | 22:34

Nesta quarta-feira, o Atlético-GO venceu o Avaí por 2 a 1 em partida da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, o Dragão saiu na frente com golaço de Baralhas, mas viu o Leão buscar o empate ainda na primeira etapa. O segundo tempo ficou marcado por muitas chances desperdiçadas, mas o time da casa buscou a vitória nos acréscimos.

Com a vitória, o Atlético-GO assume a 18ª colocação, com 10 pontos, e embola a zona rebaixamento. O Avaí, por sua vez, fica na 16ª posição, com 11 pontos, mas vê o Z4 se aproximar, ficando empatado em pontos com o 17º colocado, o Cuiabá.

O Dragão volta a campo no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), para enfrentar o Fluminense fora de casa. O Avaí joga na segunda-feira, também às 19 horas, contra o Botafogo, fora de casa.

O jogo

A primeira etapa começou movimentada, com chances para os dois lados. Nos nove minutos iniciais, Pottker parou em Ronaldo e Muriqui chutou para fora. O time da casa respondeu com chegada de Hayner, que levantou a bola na área mas não encontrou ninguém para matar a jogada.

Com isso, o Atlético-GO abriu o placar aos 33 minutos, quando Baralhas recebeu passe de Luiz Fernando e marcou um golaço de letra, por debaixo das pernas do goleiro Douglas Friederich.

No entanto, os visitantes precisaram de apenas nove minutos para empatar. Bissoli recebeu lançamento de Kevin na entrada da área, cortou a marcação e acertou belo chute no ângulo de Ronaldo. Assim, o primeiro tempo acabou com empate por 1 a 1 no placar.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o clima fechou. Pottker teve encontrão com Ramon Menezes, enquanto Eduardo reclamou de agressão de Luiz Fernando. O árbitro de vídeo chegou a se comunicar com o juiz para confirmar se havia necessidade de revisão, mas nada foi marcado.

Na sequência, o Dragão foi ao ataque e chegou com perigo. Aos 10 minutos, Léo Pereira parou em Douglas e, no lance seguinte, Wellington Rato errou o domínio e perdeu chance. Os visitantes responderam com chute de Jean Cléber que pegou mal na bola. No entanto, o time da casa seguiu se impondo e, aos 13 minutos, Jorginho pegou rebote na pequena área, mas isolou.

Aos 21 minutos, Muriqui perdeu duas chances incríveis. O camisa 11 recebeu passe de Pottker na pequena área, tentou de letra e errou. Na sobra, tentou chutar mais uma vez e errou novamente. O atacante foi substituído logo na sequência.

Os mandantes voltaram ao ataque e, aos 34 minutos, Jorginho desperdiçou mais uma chance clara ao sair cara a cara com Douglas Friederich, com a bola dominada. O camisa 10, porém, tentou tirar do goleiro e mandou para fora.

A partida seguiu movimentada até o fim. O Atlético-GO não desistiu e, já nos acréscimos, conseguiu a vitória. Wellington Rato aproveitou sobra livre da marcação e bateu forte para o fundo das redes. Em jogo dramático, o Dragão venceu por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 2 X 1 AVAÍ

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data: 8 de junho de 2022, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Baralhas (ACG) Kevin, Diego Matos, Eduardo e Glédson (AVA)
Cartões vermelhos:
GOLS:
Atlético-GO: Baralhas (33', 1ºT) e Wellington Rato (46', 2ºT)
Avaí: Bissoli (42', 1ºT)

Atlético-GO: Ronaldo; Hayner, Edson, Ramon e Jefferson (Arthur Henrique); Edson Fernando (Gabriel Baralhas), Marlon Freitas e Jorginho; Airton (Léo Pereira), Churín (Wellington Rato) e Luiz Fernando (Shaylon).
Técnico: Jorginho

Avaí: Douglas Friederich; Kevin, Rodrigo Freitas, Raniele e Diego Matos; Bruno Silva, Jean Cléber (Lucas Ventura) e Eduardo; William Pottker (Dentinho), Bissoli (Morato) e Muriqui (Rômulo).
Técnico: Eduardo Barroca

 

Deixe seu comentário