“Não conheço ninguém como ele”, diz Ferguson sobre Cristiano Ronaldo

São Paulo, SP

07-12-2015 15:59:03

Onde quer que Alex Ferguson vá, chama a atenção. Desta vez, durante uma palestra na universidade americana de Stanford, o ex-treinador falou a respeito de um de seus pupilos, Cristiano Ronaldo, e comentou sobre a situação delicada que o Chelsea e seu comandante, José Mourinho, vivem no momento.

CR7 trabalhou com Ferguson no Manchester United, entre 2003 e 2009. Porém, a amizade ainda perdura. Segundo o site Goal.com, o dois jantaram juntos em Madri, e o escocês ficou impressionado com a casa do gajo.

“Tem uma casa feita para o melhor jogador do mundo, sem dúvida. Tem um ginásio enorme, onde não falta nada, e duas piscinas, uma quente e outra fria. Além disso, tem um quarto de gelo, com temperatura a -70°C, onde fica dez minutos depois de cada jogo. Sinceramente não conheço ninguém como ele. É impressionante”, declarou o ex-técnico.

Além disso, Ferguson ainda foi questionado sobre a situação de Mourinho no Chelsea. O time faz um Campeonato Inglês muito abaixo das expectativas, e o treinador português vem sendo apontado como uma das causas.

“A carreira dele está repleta de êxitos, mas agora chegou a má publicidade e a adversidade. Acredito que os bons líderes como José Mourinho podem encontrar soluções nos momentos difíceis, para devolver a normalidade para as equipes vencedoras, como o Chelsea”, afirmou.

O Manchester United é um exemplo raro no meio do futebol, visto que manteve Ferguson no comando da equipe durante 26 anos. Assim, Sir Alex não acredita que a alta rotatividade de treinadores no time azul de Londres seja uma coisa boa.

“(Abramovich, dono do Chelsea) Despediu tantos treinadores nos últimos dez anos que deve ter aprendido a lição. Tem de acreditar e confiar que Mourinho pode dar a volta à situação. Não faz sentido despedir um dos melhores treinadores, que venceu a Liga dos Campeões em duas ocasiões e foi campeão em todos os países onde trabalhou. Mourinho conquistou os troféus mais importantes”, completou.

O escocês também discorreu sobre as dificuldades que um atual treinador enfrenta.

“Agora, o futebol é uma indústria financeira, com milhões em jogo por causa da televisão. A pressão da Imprensa e dos adeptos é enorme. É um grande risco ser treinador”, encerrou o ex-comandante.

Alex Ferguson se aposentou da carreira de técnico em 2013 (Foto: AFP)
Alex Ferguson se aposentou da carreira de técnico em 2013 (Foto: AFP)

Deixe seu comentário