Memorial para Cruyff encerra exposições com mais de 60 mil visitas

São Paulo, SP

30-03-2016 11:07:05

Jordi Cruyff marcou presneça no último dia de visitações ao memorial do pai (Foto:Lluis Gene/AFP)
Jordi Cruyff marcou presneça no último dia de visitações ao memorial do pai (Foto:Lluis Gene/AFP)

Montado próximo a fachada do estádio Camp Nou, o memorial em homenagem a Johan Cruyff, que faleceu no último dia 24 após perder a batalha contra o câncer, encerrou as visitações com 60.525 presentes em cerca de seis dias.

Todos os objetos do atleta utilizados para a exposição, assim como demais homenagens, serão enviados à família posteriormente. Diversas personalidades do esporte em geral chegaram a visitar o museu no decorrer da semana, a começar pelo próprio elenco do Barcelona.

Fora os jogadores Messi, Mascherano e Suárez – disputando as Eliminatórias até a última terça – o restante do grupo se uniu a parte da diretoria e ao técnico Luis Enrique para marcarem a presença no início da semana. O tenista Rafael Nadal, torcedor do Real Madrid, também foi ao museu na companhia de seu tio.

Frank Rijkaard, ex-técnico do Barcelona, e ex-jogadores como Van der Saar, Zubizarreta e Julio Salinas homenagearam o amigo. Ronald Koeman, atual técnico do Southampton no Inglês, e herói da conquista da Liga Europa, sob o comando de Cruyff, em 1992, também prestou suas condolências.

Clube lançou camisa em homenagem à morte do ídolo holandês (Foto:Lluis Gene/AFP)
Clube lançou camisa em homenagem à morte do ídolo holandês (Foto:Lluis Gene/AFP)

No último dia de visitações, o filho de Johan, Jordi Cruyff, agradeceu pelo apreço de todos. “Meu pai teria gostado de uma homenagem com caráter mais privado, mas entendemos que Johan não é só nosso, é um pouco de todos. Talvez eu tenha vindo um pouco tarde, mas cheguei, isso é o mais importante. Teve um abraço final”, disse o atual diretor do Maccabi Tel Aviv, que disputou a fase de grupos da Champions esse ano.

Mosaico, camiseta e suspense no Camp Nou – A diretoria do Barcelona já se movimenta nos bastidores para organizar uma grande homenagem a Johan Cruyff neste sábado, antes do clássico diante do Real Madrid, dentro de casa.

Além de distribuir pedaços de cartolinas para os mais de 85.000 torcedores que estarão presentes, para a construção de um mosaico com a frase “Obrigado, Johan”, a diretoria fará um discurso com todos os oito presidentes do Barcelona vivos até hoje no palco. Na camisa dos atletas que entrarão em campo também constará uma homenagem ao holandês.

Deixe seu comentário