Marcelinho Paraíba sofre isquemia e seguirá internado em Campina Grande

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

01-03-2018 17:52:29

Marcelinho Paraíba sofreu uma isquemia de grau moderado nesta quinta-feira. O veterano jogador, que estava em sua residência, foi encaminhado a um hospital particular de Campina Grande e seguirá internado pelas próximas 48 horas. Desta maneira, o meia do Treze está fora do Clássico dos Maiorais do próximo domingo, contra o Campinense, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paraibano.

Com passagens por São Paulo, Grêmio, Seleção Brasileira e ídolo do Hertha Berlim, da Alemanha, Marcelinho Paraíba preocupou a todos no início da tarde desta quinta-feira. Apesar de o diagnóstico não ter acusado nada mais grave, o meia terá de permanecer internado recebendo medicação intravenosa nos próximos dois dias. A tendência é que ele retorne aos treinamentos na próxima segunda.

O elenco estava treinando no estádio Amigão, palco do confronto com o Campinense, quando recebeu a notícia de que Marcelinho Paraíba havia sido encaminhado a um hospital. Prontamente os jogadores organizaram um momento de oração para o veterano, que é um dos líderes do grupo.

Essa é a segunda temporada seguida de Marcelinho Paraíba no Treze. Neste ano, o jogador já atuou em quatro partidas e só não esteve presente em mais oportunidades por conta do imbróglio judicial com a Portuguesa, sua antiga equipe, fato que forçou o experiente meia a ter de esperar até a sexta rodada do Campeonato Paraibano para entrar em campo.

Em 2018, Marcelinho Paraíba vive um jejum de vitórias. Até agora, ele disputou duas partidas pelo Campeonato Paraibano e outras duas pela Copa do Nordeste e saiu derrotado em todas elas: Santa Cruz-PE (3  a), Botafogo-PB (4 a 2), Confiança-SE (2 a 1) e Sousa-PB (2 a 1).

Confira o posicionamento oficial do Treze FC sobre o estado de saúde de Marcelinho Paraíba:

O Marcelinho sofreu uma pequena isquemia de grau moderado. Está em observação, vai continuar assim por 48h, recebendo, inclusive, medicação intravenosa. Provavelmente na próxima segunda-feira ele já tenha condições de retornar aos treinamentos.

O problema de saúde que ele sentiu não foi no treino, nem no [Centro de Treinamento] Presidente Vargas, nem no [estádio] Amigão, como alguns andam colocando nas redes sociais. Foi na residência dele.

 

Deixe seu comentário