Federação Mineira defende árbitro que sacou arma de fogo em jogo amador

São Paulo, SP

30/09/15 | 19:55 - 30/09/15 | 20:27

A Federação Mineira de Futebol (FMF) não punirá o árbitro Gabriel Maran, que ficou conhecido por sacar uma arma de fogo durante uma confusão quando apitava uma partida amadora em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O presidente da Comissão de Arbitragem da FMF, Giuliano Bozzano, ressaltou que Gabriel agiu em “legítima defesa”, e que inclusive manterá sua indicação para o quadro da CBF.

“Ele não será punido. Achamos que ele agiu de maneira razoável, em legítima de defesa. A gente lamenta que isso tenha acontecido. Ele é policial militar e vimos também que ele não fez nada diferente do que aquilo que recebeu no treinamento da PM”, disse Bozzano.

“Ele é ótimo árbitro, uma pessoa ótima, tem total condição de estar no quadro nacional. Já íamos indica-lo, e vamos manter isso”, completou o ex-árbitro, que também lamentou a falta de segurança nos jogos amadores em Minas. “Infelizmente, o campeonato amador tem situações muito complicadas por aqui.

Confira o vídeo no qual Gabriel Murta saca uma arma de fogo, em duelo envolvendo duas equipes amadoras em Brumadinho (MG):

https://www.youtube.com/watch?v=MAsp15UnhIM

Deixe seu comentário