Futebol/Bastidores

Clubes paulistas se solidarizam com tragédia em Suzano

São Paulo , SP
13/03/2019 16:57:39 — 13/03/2019 18:26:46

Em: Bastidores, Mais Esportes, Notícias
Ao todo, oito pessoas foram mortas no colégio estadual (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

O massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, São Paulo, chocou a todos na manhã desta quarta-feira. Oito pessoas foram mortas, dentre elas cinco adolescentes, após dois ex-alunos entrarem atirando no local. Os atiradores se suicidaram depois de cometer a barbárie.

Assim como o Brasil inteiro, o mundo do esporte foi surpreendido, e, diante disso, vários clubes foram às redes sociais para se solidarizar com amigos e familiares das vítimas, além de repudiar o ato.

“Nada, absolutamente nada, justifica a prática da violência. Não é possível ser plenamente feliz em um mundo em que tamanha atrocidade ainda ocorra”, escreveu o Palmeiras.

“Continuaremos utilizando o espaço que dispomos na mídia e a influência sobre nossos torcedores e o mercado do futebol para levarmos mensagens e promovermos ações que contribuam efetivamente para uma sociedade mais justa, solidária e fraterna”, completou o clube palestrino.

“Nossa solidariedade a Suzano e a todos os moradores da cidade. Sentimentos aos familiares e amigos das vítimas e muita força aos feridos dessa tragédia inacreditável!”, postou o Santos.

“Muita força aos familiares e amigos das vítimas no lamentável ataque à escola em Suzano”, escreveu o Corinthians.

“Em nome dos nossos torcedores, atletas e diretores, lamentamos o ocorrido na escola em Suzano e prestamos nossas mais sinceras condolências aos familiares das vitimas”, postou o Água Santa.

“Toda a nossa solidariedade e sentimentos aos familiares e amigos dos alunos e funcionários da Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, vítimas da tragédia ocorrida na manhã desta quarta-feira”, redigiu o Mogi das Cruzes, que disputa a primeira divisão do basquete nacional.