CAS nega recurso para candidatura de dirigente liberiano à Fifa

São Paulo, SP

31-12-2015 14:38:18

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) negou o recurso do dirigente Musa Hassan Bility, que buscava o direito de se candidatar às eleições para a presidência da Fifa. Com isso, o atual comandante da federação liberiana de futebol não poderá concorrer ao cargo.

Por meio de seu site oficial, a CAS divulgou um comunicado lembrando que o cartola não passou no “relatório de checagem de integridade”, entregue pelo Comitê de Ética da Fifa, e que, mesmo após o recurso do dirigente, os argumentos não serão acatados e a decisão será mantida. A Corte ainda informou que mais detalhes à respeito do assunto serão exibidos no começo de 2016.

A eleição para a presidência da Fifa, que acontece no dia 26 de fevereiro em Zurique, na Suíça, tem cinco candidatos confirmados: o secretário geral da Uefa, Gianni Infantino, o xeique do Bahrein, Salman Al-Khalifa, o príncipe da Jordânia, Ali Bin Al Hussein, o multimilionário sul-africano, Tokyo Sexwalle, e o ex-secretário geral da Fifa, Jérôme Champagne.

Deixe seu comentário