Futebol/Copa São Paulo de Juniores

Torcida empurra, Timão vira contra São Caetano e vai à semi da Copinha

GazetaEsportiva.net - Barueri , SP -
20/01/2015 20:23:00

Em: Copa São Paulo de Juniores, Corinthians, Futebol, Região Sudeste, São Caetano

Como era de se esperar, a torcida do Corinthians lotou a Arena Barueri. Presença que foi compensada com uma empolgante virada contra o São Caetano, por 4 a 2, selando a classificação do Timãozinho à semifinal da Copa São Paulo de Juniores. Os gols do Alvinegro foram marcados por Marciel, Matheus Vasconcelos, Matheus Cassini e Rafael Augusto. O Azulinho balançou as redes com Panambi e Santiago.

Agora, os garotos do Corinthians terão pela frente um clássico contra o São Paulo, que goleou o Atlético-MG por 4 a 0 para avançar à semifinal. No outro lado da chave, Palmeiras e Botafogo-SP duela pela vaga na decisão.

Herói sai machucado, goleiro falha, mas São Caetano termina na frente
Diante de uma Arena Barueri lotada, Corinthians e São Caetano protagonizaram 45 minutos disputados nas quartas de final da Copinha. O Timão começou melhor, tentou dominar, mas levou um susto logo aos seis minutos. Depois de cobrança de lateral e desvio de cabeça, Panambi apareceu livre na pequena área para empurrar ao fundo das redes: 1 a 0.

Pouco tempo depois, ele teve que dar lugar a Somália na equipe titular, já que se lesionou em uma disputa de bola. Aos prantos, o garoto foi prontamente levado ao hospital com suspeita de fratura no pé esquerdo.

A tristeza parece ter tomado conta do Azulão, que passou a sofrer com a pressão corintiana. Empurrados pela massa, os garotos do Alvinegro tanto fizeram que conseguiram empatar o jogo: aos 18 minutos, Marciel cobrou falta de muito longe e o goleiro Victor Cecchini falhou feio na hora de defender – pouco antes, o camisa 1 havia salvado o São Caetano em duas oportunidades.

A reação do Azulão só veio aos 39 minutos. Dos pés do artilheiro Santiago saiu um belo chute, que só parou no canto esquerdo do gol. Na jogada, as duas equipes disputaram a bola de cabeça e a defesa alvinegra acabou se confundindo na hora de defender.

'Ex-reserva', Matheus Vasconcelos foi o responsável por um dos gols da vitória do Corinthians
‘Ex-reserva’, Matheus Vasconcelos foi o responsável por um dos gols da vitória do Corinthians – Credito: Divulgação/Corinthians
Homenagem a Guerrero e recado à torcida: a virada do Timão
O segundo tempo começou com uma mudança de postura do Timão. Mais aguerrida, a equipe começou pressionar desde o primeiro minuto e conseguiu empatar a partida.

Aos dez minutos, Matheus Vasconcelos recebeu passe de Arana pela esquerda e só completou para o fundo das redes de dentro da grande área. Na comemoração, o camisa 17 homenageou Paolo Guerrero.

A virada veio aos 22 minutos. Gabriel Vasconcelos foi à área e o zagueiro o derrubou. Sem pestanejar, o juiz assinalou pênalti. Na cobrança, Matheus Cassini bateu com maestria no meio do gol e alto, sem chances para o goleiro.

Na sequência, o árbitro não deu um pênalti para o São Caetano. Santiago foi empurrado pelo zagueiro dentro da área, mas o juiz deu apenas tiro de meta.

Daí em diante, o Corinthians soube administrar a vantagem que tanto demorou a conseguir e não se viu incomodado pelo São Caetano. A única chance do Azulão foi com Matheus, que recebeu na área, mas chutou de bico, sem direção.

O Corinthians ampliou no fim. Aos 42, Yan fez belo levantamento e Rafael Augusto subiu mais alto que todo mundo para marcar o quarto gol da equipe no jogo e seu primeiro no torneio.




×
Quer receber notícias do Corinthians?