Corinthians impõe maior goleada da Copinha e avança às quartas

São Paulo , SP
16/01/2019 23:34:04 — 17/01/2019 00:13:20

Em: Copa São Paulo de Juniores, Corinthians, Escolha do editor, Futebol

O Corinthians impôs a maior goleada da edição 2019 da Copa São Paulo durante a noite desta quarta-feira. Jogando na encharcada Arena Barueri, novamente sob os olhares do técnico Fábio Carille, o time sub-20 fez bonito ao derrotar o frágil Visão Celeste-RN por 8 a 0, pelas oitavas de final da competição. Os gols foram marcados por Nathan (2), Fabricio Oya, Igor, Rafinha e Gustavo Mantuan e João Celeri (2).

A goleada alvinegra supera as de Avaí, Fluminense e Grêmio, que haviam aplicado 7 a 0 sobre Inter de Limeira, Paranahyba e São Raimundo-RR, respectivamente, durante a fase de grupos do mais tradicional torneio de base do Brasil.

Pelas quartas de final da Copinha, o Corinthians enfrenta o Grêmio. Em Osasco, o Tricolor gaúcho venceu o Audax por 3 a 0 em outro duelo disputado nesta quarta-feira. O embate valendo vaga nas semifinais será realizado na próxima sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), novamente em Barueri.

Empurrado por mais de 17 mil torcedores, o Corinthians resolveu a partida no primeiro tempo. O primeiro gol saiu logo aos 11 minutos. Em cobrança de falta na meia-lua, o meia Fabricio Oya bateu rasteiro no canto do goleiro, que não alcançou.

Em um lance digno de pena, o zagueiro Caio contribuiu para que o Timãozinho ampliasse sua vantagem. Após cruzamento da direita, o defensor tentou afastar, mas se desequilibrou e a bola sobrou para o centroavante Nathan, que testou para encobrir o goleiro.

Ainda antes do intervalo, o Corinthians contou com uma falha do goleiro para marcar o seu terceiro tento. Aos 33 minutos, Oya arriscou de longe. Patrick não segurou e ainda espalmou para o meio da área. Resultado: livre de marcação, Nathan só empurrou para as redes.

Em uma noite infeliz, o arqueiro do Visão voltou a falhar feio logo no primeiro lance da etapa complementar. O lateral Igor avançou pela direita e soltou a pancada. O chute saiu forte, mas foi na direção de Patrick, que espalmou para dentro do próprio gol.

Aos 11 minutos, porém, ele nada pôde fazer para evitar o gol de Rafinha, que cobrou falta com categoria, por cima da barreira. Cientes da facilidade em superar o goleiro, os corintianos abusaram dos chutes de longa distância. E assim, com Gustavo Mantuan e João Celeri, o Timãozinho marcou mais dois gols. No apagar das luzes, Celeri ainda anotou o oitavo de cabeça.




×
Quer receber notícias do Corinthians?