Timão ignora novo atraso em Barueri, bate Rio Branco e lidera Grupo W

GazetaEsportiva.net - Barueri,SP

08-01-2015 00:05:00

Na noite desta quarta-feira, o Corinthians assumiu a liderança do Grupo W na 46ª Copa São Paulo de Juniores. Atuando na Arena Barueri, castigada por forte chuva durante o compromisso preliminar – que também contou com queda de energia –, o Timão ignorou o novo atraso e goleou o Rio Branco-AC, pelo placar de 4 a 0. Os tentos da vitória alvinegra, em partida válida pela segunda rodada do estágio inaugural, foram anotados por Matheus Cassini, Gustavo Tocantins, Marciel e Maycon.

Na noite desta quarta-feira, o Corinthians assumiu a liderança do Grupo W na 46ª Copa São Paulo de Juniores. Atuando na Arena Barueri, castigada por forte chuva durante o compromisso preliminar – que também contou com queda de energia –, o Timão ignorou o novo atraso e goleou o Rio Branco-AC, pelo placar de 4 a 0. Os tentos da vitória alvinegra, em partida válida pela segunda rodada do estágio inaugural, foram anotados por Matheus Cassini, Gustavo Tocantins, Marciel e Maycon.

Assim, os comandados de Osmar Loss se isolam no primeiro posto da chave, com seis pontos somados. O segundo posto pertence ao Grêmio Barueri, representante da sede, que acabou surpreendido pelo Guaicurus, sendo derrotado por 1 a 0. Mesmo com o triunfo, os sul-mato-grossenses são os terceiros colocados. A formação acreana amarga a lanterna.

Os paulistanos encerram sua participação no Grupo W contra o Barueri, neste sábado, às 21 horas (de Brasília). Duas horas antes, o Guaicurus mede forças com o Rio Branco, no duelo preliminar.

O jogo – Antes da bola rolar, os jogadores do Corinthians tiveram que amargar uma repetida situação: o atraso. Desta vez, não por falta de ambulância, mas sim de energia. O compromisso entre Grêmio Barueri e Guaicurus, que também acabou interrompido por causa da forte chuva, foi parado uma segunda vez, após um apagão. Porém, a fragilidade do adversário e a vontade alvinegra em mostrar serviço foram os principais fatores para que o obstáculo fosse ignorado.

Logo aos quatro minutos, Matheus Cassini, acionado por Guilherme Arana, invadiu a área e acabou derrubado por Chico. O árbitro marcou o pênalti, que o camisa 11 não desperdiçou, finalizando com maestria, no ângulo goleiro de Thiago. O arqueiro acreano acertou o canto, contudo, não encostou na bola.

Com 22 jogados, veio o segundo tento do Timão: em contragolpe mortal, Marciel acionou Gustavo Tocantins na intermediária. Calmo, o camisa 9 escapou em velocidade, se livrou de dois marcadores e finalizou com consciência, rasteiro, no canto direito de Thiago. Após o tento, o dianteiro, que já ganhou oportunidades com Mano Menezes no elenco profissional, foi aos prantos.

Quando o relógio apontou a marca dos 42, o Corinthians anotou seu terceiro gol. Acionado no setor esquerdo, Gustavo Tocantins invadiu a área e acabou atingido por um carrinho de Chico, que levou o cartão vermelho. Porém, na cobrança, Matheus Cassini deixou a incumbência para Marciel, que não desperdiçou: o camisa 8 chutou com tranquilidade, deslocando Thiago para balançar a rede.

Na segunda etapa, o Timão, com vantagem numérica, adotou postura acomodada, que desagradou o técnico Osmar Loss. O jovem comandante gaúcho, que exigia um maior saldo, viu a vitória se tornar goleada apenas aos 28 minutos: aproveitando cruzamento do setor esquerdo, Gabriel Vasconcelos fez o trabalho de pivô e serviu Maycon. O camisa 23 chutou forte e contou com a falha de Thiago para comemorar.

Deixe seu comentário