Futebol/Copa São Paulo de Juniores

Com duas expulsões, Palmeiras bate Desportiva na estreia da Copinha

GazetaEsportiva.net - Limeira, SP -
05/01/2015 23:04:00

Em: Campeonatos, Copa São Paulo de Juniores, Futebol, Palmeiras, Região Sudeste

Prevista para às 21 horas (de Brasília), a partida entre Palmeiras e Desportiva Ferroviária-ES começou com quase 15 minutos de atraso em Limeira. O contratempo no José Levy Sobrinho, no entanto, não atrapalhou o Verdão, que venceu por 3 a 1 e assumiu a liderança do grupo J da 46ª edição da Copa São Paulo de Juniores, que também conta com a Inter de Limeira-SP e o Murici-AL – também nesta segunda-feira, o Leão da Paulista levou a melhor sobre os alagoanos por 2 a 1.

Com os resultados da primeira rodada, o Palmeiras lidera a chave com os mesmos três pontos da Inter de Limeira, mas leva a melhor pelo saldo de gols obtido. O primeiro tento do Palmeiras no jogo foi marcado pelo atacante Gabriel Jesus, que já havia sido artilheiro do Campeonato Paulista Sub-17, com 37 gols marcados em 22 partidas. O Verdão voltou a marcar com o zagueiro Lucas Rocha, de cabeça. No segundo tempo, a Desportiva descontou em cobrança de pênalti de Lucas Valim – penalidade que resultou na expulsão de Gabriel Jesus. O Palmeiras, todavia, voltou a se tranquilizar após a expulsão de Breno e o gol de Juninho.

O jogo – Desde o apito inicial, a Desportiva não aceitou o favoritismo do Palmeiras e pressionou na marcação, evitando dar espaços para o Verdão. Mesmo assim, trabalhando a posse de bola com paciência, o time paulista chegou ao campo de ataque com Guilherme, que cruzou pela esquerda e Gabriel Jesus tentou de cabeça, vendo a bola tirar tinta da trave esquerda.

Se o artilheiro e principal aposta da base alviverde errou o alvo em seu primeiro lance, isso não se repetiu na segunda tentativa. Aos 21 minutos, Gabriel Jesus recebeu um belo lançamento e, aproveitando a falha na linha de impedimento da Desportiva, dominou e tocou para o fundo da rede, vencendo o goleiro Tião e abrindo o placar para o Palmeiras.

Após o gol, o time paulista tratou de esfriar o jogo, tentando evitar a todo custo uma reação da Desportiva. Para a felicidade palestrina, o Verdão ainda conseguiu ampliar a vantagem aos 45 da primeira etapa. Após cobrança de escanteio pela direita, o zagueiro Lucas Rocha subiu mais do que toda a defesa adversária e ampliou a vantagem alviverde.

No segundo tempo, a Desportiva voltou melhor, pressionando no campo de ataque. Do outro lado, o Palmeiras não conseguia levar perigo. Aos sete minutos, o time capixaba finalizou e Gabriel Jesus tirou a bola em cima da linha do gol, com as mãos, e recebeu o cartão vermelho do árbitro – além, da marcação do pênalti. Na cobrança, Lucas Valim colocou no canto direito, diminuindo para a Desportiva.

Entretanto, mal houve tempo para a festa dos capixabas quando Breno repetiu o gesto de Gabriel Jesus na outra área. Como já tinha amarelo, o lateral foi expulso pelo árbitro, que assinalou a penalidade máxima. Sem o artilheiro expulso anteriormente, o camisa 10 Juninho assumiu a responsabilidade da cobrança e converteu, devolvendo a tranquilidade e a garantia dos três pontos ao Palmeiras.

Confira os resultados desta segunda-feira:

Ituano-SP 4 x 1 Galícia-BA
Internacional-RS 6 x 1 São Bento-SP
Noroeste-SP 4 x 0 Comercial-PI
Fluminense-RJ 2 x 0 Luverdense-MT
Inter de Limeira-SP 2 x 1 Murici-AL
Palmeiras-SP 3 x 1 Desportiva-ES