Mulher de Jean cita traição e detalha caso de agressão nos EUA

São Paulo, SP

29-12-2019 22:19:24

Milena Bemfica, a mulher do goleiro Jean, falou em entrevista à TV Globo sobre a acusação de agressão contra o atleta do São Paulo. Ela detalhou sua versão sobre o episódio ocorrido nos Estados Unidos, contou que decidiu se separar do marido e revelou dúvidas sobre como conduzir o assunto juridicamente.

A mulher do atleta explicou que, no dia das agressões, recebeu uma mensagem anônima, contando que uma amante teria postado foto com Jean. Milena, então, pediu para o goleiro providenciar que a imagem fosse apagada. De madrugada, o casal discutiu e ela ameaçou mandar uma mensagem para a amante por meio de um tablet, o que o marido tentou impedir.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"Já veio me enforcando. Eu dei uma mordida no dedo dele e falei 'me solte', mas ele disse que não. Com isso, já veio dando socos no rosto", disse Milena, que contou ter usado uma chapinha para se defender. "Bati com tanta força, que a prancha (de alisar cabelo) quebrou e ele saiu correndo. Aí, joguei a prancha nele e a lâmina da prancha foi o que causou o corte na perna. Quando isso aconteceu, ele veio para cima de mim com tudo", detalhou.

Foram oito socos no rosto, presenciados pelas filhas de três e cinco anos do casal, que passava férias em Orlando. "Quando elas chegaram perto, ele foi segurá-las e eu consegui me trancar no banheiro", explicou Milena, que aproveitou o momento para gravar vídeo pedindo ajuda e relatando as agressões. A filmagem se espalhou rapidamente pelas redes sociais.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Na manhã do dia 18 de dezembro, Jean foi preso pela polícia norte-americana e liberado na tarde seguinte, com a condição de não se aproximar de Milena em hipótese alguma nem das filhas sem a presença de um intermediário.

Medidas legais
De acordo com o advogado de Milena, o fato de o atleta ter sido solto não significa o fim do processo, que ainda pode ter desdobramentos tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil.

A esposa ainda não decidiu se utilizará a Lei Maria da Penha para denunciar Jean dentro do país. "Eu realmente ainda estou um pouco perdida, mas venho sendo orientada por psicólogo e pelo meu advogado para fazer o melhor para ambas as partes", contou. "Vou recomeçar e que ele consiga recomeçar do jeito dele, colocando a cabeça no lugar e nunca mais errando dessa forma", concluiu.

O lado de Jean
O goleiro preferiu não comentar as declarações de Milena e, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que ainda não tem advogado, mas que vai honrar com todos os compromissos legais e está à disposição de sua família para atender ao que se fizer necessário. A tendência é que ele tenha seu contrato rescindido com o São Paulo.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?