Gazeta Esportiva

Delegado descreve Cássio abalado e fala sobre busca por autor de ameaça: “Será identificado”

São Paulo, SP

07/04/22 | 18:53 - 08/04/22 | 00:44

O goleiro Cássio, do Corinthians, estava muito abalado após as ameaças de morte e violência sofridas por ele e sua esposa nesta tarde por parte de um torcedor, em uma rede social. Ele esteve na Delegacia de Polícia e Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva, onde registrou uma ocorrência.

As informações são do delegado da DRADE/Dope, Maurício Freire, em entrevista ao programa Gazeta Esportiva, da TV Gazeta, na edição desta quinta-feira. Ainda segundo ele, os responsáveis pelo crime estão sendo rastreados e serão encontrados muito em breve.

"Além do que o Cássio e o Gil estão passando, mexer com os familiares deles, aí a coisa é bastante grave. O Cássio esteve aqui realmente, conversou muito tempo com o Dr. Cesar Saad, delegado titular, e estava muito abalado, principalmente por estarem mexendo com a família dele. Estamos tomando todas as providências, na identificação, nas mídias. Vamos usar todos os recursos, inclusive de reconhecimento facial, para que a gente possa identificar e servir de exemplo para que parem com isso", iniciou Freire.

VEJA MAIS:
Esposa de Cássio apaga perfil após rebater torcedor: "Ingrato e sem vergonha"
Corinthians repudia ameaças de morte e violência a Cássio e sua esposa e aciona polícia

"Todas as mídias estão sendo rastreadas, não só no celular do Cássio e do Gil, mas em tudo que está em várias mídias. Vamos rastrear todas essas pessoas, serão chamadas aqui, e vamos identificar aquele que fez a ameaça real à esposa do Cássio, principalmente", complementou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Caso esta(s) pessoa(s) seja(m) identificada(s), irá(ão) responder nos termos vigentes da lei brasileira pelo crime, por enquanto, de ameaça. Cássio se manifestou nesta noite sobre o ocorrido.

O dia está bastante intenso nos bastidores do Corinthians. No treino realizado nesta manhã, alguns torcedores da organizada Gaviões da Fiel foram autorizados a entrar no CT Dr. Joaquim Grava e conversar com elenco e comissão técnica. A ideia da torcida era cobrar raça e vontade.

Pouco depois, ao responder uma mensagem de um torcedor, Janara Sackl, esposa de Cássio, foi ameaçada com fotos e áudios de um perfil no Instagram, que chegaram até o goleiro por meio do personal trainer de Janara, segundo reportagem do ge. O zagueiro Gil, que apagou fotos com a camisa do clube, também foi alvo das ameaças.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário