Lipe vê Sesi na briga por título da Superliga e despista sobre aposentadoria

Mateus Videira - São Paulo,SP

19-10-2018 08:00:58

Desbancar o Cruzeiro. Esse é o grande objetivo das outras 11 equipes participantes da Superliga Masculina de Vôlei 2018/2019, que teve seu lançamento oficial na última quarta-feira. E um dos principais candidatos a vencer o conjunto mineiro, pentacampeão consecutivo, é o Sesi, dono de um dos maiores investimentos da competição e com jogadores renomados no currículo, como o ponteiro Lipe.

Recém-aposentado da Seleção Brasileira, Lipe foi enfático ao apontar a principal ambição do time de São Paulo: ser campeão. Em entrevista concedida à Gazeta Esportiva, o ponteiro exaltou a qualidade do elenco do Sesi e afirmou ser esse um dos diferenciais na tentativa de quebra da hegemonia construída pelo Cruzeiro nos últimos anos.

Veja também: Em sua 25ª edição, Superliga masculina promete disputa acirrada por título


"Sem hipocrisia nenhuma posso afirmar que o Sesi vem para tentar buscar o título. Como ano passado disputamos uma final, esse ano esperamos que não seja diferente. Temos um elenco extremamente competente para tentar o título da Superliga", disse.

Aos 34 anos e com muita experiência, Luiz Felipe desempenha também uma função importante fora da quadra, no respaldo aos jogadores mais jovens. Na Seleção, por exemplo, o ponteiro acabou muito elogiado por Renan Dal Zotto pela relação construída pelo ponteiro com os novatos, principalmente com Douglas, que terminou como um dos grandes destaques da competição.

"No Mundial, o Douglas teve um desempenho excepcional, merecia ter sido o MVP. Quanto a minha relação com ele, acho importante ter uma pessoa que chama a responsabilidade para si e eu tentava deixar ele tranquilo para fazer o que ele precisava fazer sem se preocupar com todas as questões do jogo. Quando você joga um Mundial e é mais novo você fica preocupado em virar uma bola errada, salvar uma bola e o meu trabalho foi de blindar ele", explicou.

Apesar de ter findado seu ciclo com a camisa amarela, Lipe ainda não pensa em encerrar sua carreira nas quadras. Questionado quanto ao futuro, porém, despistou. "Eu acho que a gente precisa ver de temporada em temporada. A questão da Seleção é ter por muito tempo um período muito curto de descanso. Quando você sai da Seleção tem um tempo maior de descanso e você consegue recuperar melhor. Talvez mais umas duas ou três temporadas eu acho que tenho condições de fazer", finalizou.

Deixe seu comentário