Dívida com Vélez emperra acordo e Santos fica longe de Barcos

Do correspondente Vitor Anjos - Santos, SP
06/01/2017 12:03:59 — 06/01/2017 12:20:07

Em: Futebol, Mercado da bola, Notícias, Santos
Santos acertou salários com Barcos, mas não pretende quitar a dívida de R$ 1 milhão do Vélez (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Santos acertou salários com Barcos, mas não pretende quitar a dívida de R$ 1 milhão do Vélez (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Após reunião nesta quinta-feira em Buenos Aires, o presidente Modesto Roma Júnior acertou salários de R$ 200 mil por mês e dois anos de contrato com Hérnan Barcos. Por conta disso, o Santos aguardava apenas a rescisão do atacante com o Vélez Sarsfield para anunciá-lo oficialmente como quinto reforço para a temporada. Uma dívida do jogador com o time argentino, porém, travou o negócio.

Barcos está emprestado ao Vélez pelo Sporting Lisboa até junho deste ano, mesmo mês em que fica livre no mercado. A cúpula santista estava otimista com o acordo, pois entende que os clubes não devem fazer força para segurar o centroavante, que não vive boa fase e está fora dos planos das duas equipes.

O problema é que o Vélez deve cerca de R$ 1 milhão ao centroavante e espera que ele abra mão da quantia para ser liberado. Barcos, por sua vez, só irá rescindir o contrato quando receber o dinheiro e propôs que o Santos banque a dívida. O presidente Modesto Roma, porém, descartou o acordo, travando a negociação. A informação foi publicada pelo Lance! e confirmada pela Gazeta Esportiva.

Caso o alvinegro não acerte com Barcos, irá investir novamente em Luis Fabiano. O clube ainda mantém conversas com Fabuloso, que irá rescindir seu contrato com o Tianjin Quanjian, da China, na próxima semana. Porém, a cúpula santista acredita que o argentino é uma opção mais barata e com mais possibilidade de dar certo. E a ideia dos santistas é ter somente um centroavante que possa fazer ‘sombra’ para Ricardo Oliveira.

Até o momento, o Santos contratou quatro reforços para esta temporada: o atacante Vladimir Hernández, do Junior Barranquilla, da Colômbia, o lateral-direito Matheus Ribeiro, do Atlético-GO, o zagueiro Cleber, ex-Corinthians e que estava no Hamburgo, da Alemanha, e o volante Leandro Donizete, do Atlético-MG.