Warriors se vingam dos Cavaliers e voltam a conquistar o título da NBA

São Paulo, SP
13/06/2017 00:47:48 — 13/06/2017 01:32:53

Em: Basquete, NBA
Warriors comemoraram o seu quinto título da NBA nesta segunda-feira (foto: Ezra Shaw/Getty Images/AFP)

O Golden State Warriors é novamente campeão da NBA. Na noite desta segunda-feira, a equipe californiana se vingou do Cleveland Cavaliers, seu algoz na decisão de 2016 e vítima na final de 2015, ao fechar a disputa derradeira de 2017 com uma vitória por 129 a 120, em casa. A série terminou com 4 a 1 para o time de Kevin Durant e Stephen Curry, que só perdeu para o de LeBron James no duelo anterior, como visitante.

O título desta temporada é o quinto da história dos Warriors, que já haviam erguido o troféu da NBA em 1947, 1956, 1975 e 2015, sendo as duas primeiras vezes como Philadelphia Warriors. O Cleveland Cavaliers só tem a conquista de 2016 em sua galeria.

Na tentativa de surpreender novamente os Warriors e alcançar o bicampeonato da NBA, o Cleveland Cavaliers não se intimidou na Oracle Arena e iniciou bem a partida, vencendo o primeiro quarto por 37 a 33.

Leia também:
Kevin Durant é eleito o MVP das finais

No segundo, contudo, os Warriors reagiram graças mais uma vez ao brilho de Kevin Durant e às melhores opções que tinham em seu banco de reservas. Em meio ao apagão, os Cavaliers ainda viram Tristan Thompson se desentender asperamente com David West, que prendia a bola. Os donos da casa foram para o intervalo com 11 pontos de vantagem, 71 a 60 no marcador.

O Cleveland Cavaliers não se entregou. Com 33 a 27 a seu favor no terceiro quarto, o time visitante voltou a pressionar o Golden State Warriors, que contou com a precisão de Durant nos arremessos de três pontos e fez valer a sua superioridade no último.

MVP das finais, Kevin Durant foi mais uma vez o destaque dos campeões da NBA (foto: Ezra Shaw/Getty Images/AFP)

Kevin Durant terminou a partida como cestinha dos Warriors, com 39 pontos, enquanto Daymond Green contribuiu com 12 rebotes e Stephen Curry deu 10 assistências para os campeões da NBA. Do outro lado, LeBron James fez o que pôde, com 41 pontos, 13 rebotes e oito assistências, rendimento digno do seu talento, porém insuficiente para evitar o vice-campeonato.