Após derrota, Tricolor se reapresenta com reunião entre elenco e diretoria

José Victor Ligero - São Paulo,SP

25-08-2016 17:25:42

Técnico Ricardo Gomes e elenco tricolor se reuniram com diretor-executivo antes do treino desta quinta-feira (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Técnico Ricardo Gomes e elenco tricolor se reuniram com diretor-executivo antes do treino desta quinta-feira (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O São Paulo se reapresentou na tarde desta quinta-feira em clima de ressaca após a derrota para o Juventude, por 2 a 1, na noite da última quarta, em pleno Morumbi, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Mas antes do treino, o elenco se reuniu no vestiário do CCT da Barra Funda por quase uma hora para conversar sobre a má fase com a qual o time convive.

Além dos jogadores, a reunião contou com a presença do técnico Ricardo Gomes, o auxiliar Pintado, o coordenador René Weber, e do diretor-executivo de futebol do clube, Gustavo Vieira de Oliveira. Um protesto em frente ao CT foi combinado por duas torcidas organizadas do clube, Independente e Dragões da Real, às 10 horas deste sábado.

Antes combinado para iniciar às 15 horas (de Brasília), o trabalho dentro de campo só foi começar cinquenta minutos depois, quando a imprensa foi convidada a entrar nas dependências internas do centro de treinamento. Os titulares que perderam para o time gaúcho na derradeira noite fizeram apenas uma atividade regenerativa na piscina da academia, supervisionados pelo preparador físico José Mário Campeiz. Enquanto o restante do grupo participou de um exercício de ataque contra defesa, com doze atletas distribuídos em duas equipes de seis.

Na atividade, o técnico Ricardo Gomes exigiu bastante movimentação dos jogadores, motivo de grande preocupação do técnico desde que assumiu o Tricolor dez dias atrás. Julio Buffarini, Eugenio Mena e Michel Bastos, reservas contra o Juventude, treinaram normalmente, assim como João Schmidt e Denis, únicos titulares a integrarem o trabalho.

Mas a principal novidade foi a presença de Douglas no campo em anexo. O zagueiro, contratado do Dnipro, da Ucrânia, em julho, treinou levemente com a bola pela primeira vez desde que chegou ao São Paulo. O atleta não atua desde janeiro por conta de uma lesão no joelho.

Douglas e Wellington realizam trabaçho leve com bola no CCT da Barra Funda (Foto: Ana Luiza Rosa/SPFC)
Douglas e Wellington realizam trabaçho leve com bola no CCT da Barra Funda (Foto: Ana Luiza Rosa/SPFC)

A expectativa é que Douglas comece a treinar com o restante do grupo na próxima semana. O volante Wellington, que se recupera de cirurgia no joelho, fez companhia ao defensor, mas sua previsão de retorno é mais tardia do que a do companheiro.

O São Paulo, que não vence há três partidas, buscará a reabilitação neste domingo, a partir das 16 horas, quando enfrentará o Coritiba, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, em que ocupa o 11º lugar, com 27 pontos, apenas quatro a mais que o Vitória, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento.

Pela Copa do Brasil, o Tricolor só voltará a campo no dia 21 de setembro para tentar reverter a desvantagem diante do Juventude, da terceira divisão nacional, em Caxias do Sul. A equipe paulista precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar às quartas de final. Caso devolva o placar do confronto de ida, a vaga será definida na disputa por pênaltis.

Antes disso, os jogadores voltarão a treinar na manhã desta sexta-feira e sábado, quando Rodrigo Caio voltará da Itália, onde tirou o passaporte europeu para facilitar a realização do sonho de jogar por um clube do continente.  O zagueiro, dessa forma, deve reforçar o Tricolor diante do Coxa, no domingo.

Deixe seu comentário