Presidente cita exemplo de rivais para explicar ausência do patrocínio máster no Santos

Lucas Musetti Perazolli - Santos , SP
19/05/2019 07:30:38

Em: Futebol, Notícias, Santos
Presidente do Santos fala sobre negociação por patrocínio máster (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O Santos não tem um patrocínio máster dezembro, quando a Caixa Econômica Federal não renovou o contrato com o Peixe e outros clubes do futebol brasileiro.

Cinco meses depois, o Peixe segue à procura de um parceiro, mas adota cautela para não desvalorizar a marca. Diretoria e departamento de marketing entendem que é melhor esperar por melhores condições do que aceitar qualquer coisa.

“Patrocínio máster teve queda de valor. Ano difícil. Não é só no futebol, futebol é o menos afetado sempre. Futebol entrou no rol, não se vai ao estádio faltando leite. Empresas passam por limitações de orçamento. E na limitação, não se investe no valor que o Santos merece. Tivemos duas equipes que aceitaram patrocínios pífios, baixos, três vezes menos que recebiam. Não podemos fazer isso pois dependemos do máster. Estamos conversando para chegar num valor que não nos prejudique tanto”, disse o presidente José Carlos Peres, no último domingo.

O presidente não citou os clubes, mas se referiu a Corinthians, com o BMG, e Flamengo, com a BS2, ambos bancos digitais. Os contratos preveem adicionais adicionais por aberturas de contas.

O Corinthians fechou com o BMG por R$ 12 milhões fixos, bem menos do que os R$ 30 milhões anuais com a Caixa. O Flamengo acertou com o BS2 por R$ 15 milhões fixos, inferiores aos R$ 25 milhões de 2018. Proporcionalmente, o Peixe espera mais.

O Alvinegro se reuniu com o Banco BMG nos últimos dias, mas ainda não está perto de um acordo. O Santos tinha R$ 11 milhões fixos com a Caixa. Se a tendência de cerca metade do valor for aplicada ao Peixe, o patrocínio renderia entre R$ 5 e 6 mi, quantia considerada abaixo do ideal.

“Consideramos fundamental conduzir essas negociações com calma para a devida valorização que a marca Santos merece e entrega ao mercado”, disse o executivo de marketing Marcelo Frazão.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

No domingo retrasado, Peres afirmou à TV Gazeta que esperava anunciar o máster em 20 dias. Frazão, em contrapartida, não dá prazos e nem comenta negociações em andamento.

Além do patrocínio máster, o Peixe busca um parceiro para as mangas. Nos últimos dias, o site Casa de Apostas selou acordo na omoplata do uniforme. 

Atualmente, o Santos tem os patrocínios da Philco (costas), Algar (barra traseira e top central – próximo à gola), Unicesumar (calção), Kodilar (meiões) e Orthopride (número).




×
Quer receber notícias do Santos?