Futebol/Brasileiro Série C

Ex-Fla e Santos, Paulinho é apresentado no Náutico e fala em recomeço

São Paulo , SP
18/07/2019 18:48:52

Em: Brasileiro Série C, Futebol, Náutico, Notícias
Paulinho teve breve passagem pelo Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Nesta quinta-feira, Paulinho foi apresentado, no Estádio dos Aflitos, como novo jogador do Náutico. O atacante, que coleciona passagens por Flamengo, Santos e Guarani, acertou sua volta ao Brasil após atuar pelo Gyeongnam, da Coreia do Sul, no ano passado.

Em sua primeira entrevista como jogador do Timbu, Paulinho agradeceu o clube pela oportunidade e quer fazer valer a confiança ajudando a equipe a conquistar o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.

“Com certeza aqui é um recomeço. Fui bem na Coreia e agora estou voltando para o Brasil, onde o Náutico abriu as portas para mim. Desde já agradeço por fazer parte dessa família, desse projeto excepcional. Fiquei bastante feliz com a ligação e espero corresponder ao apoio da torcida, da diretoria e do time. Meu pensamento é subir o Náutico”, disse o jogador.

Paulinho foi revelado pelo Flamengo de Guarulhos, passou pelo XV de Piracicaba e Ludogorets, da Bulgária, até chegar ao Rubro-Negro carioca. No Fla, foi importante na conquista da Copa do Brasil de 2013 e acabou sendo comprado em definitivo no final de 2014. Após cair de rendimento no clube do Rio, foi emprestado ao Santos, Guarani e Vitória, porém não conseguiu se firmar. Na última temporada atuou no time coreano e fez dois gols em 23 jogos disputados.

Atualmente na quinta colocação do Grupo A na Série C do Campeonato Brasileiro, com 18 pontos, o Náutico tenta retornar à Segundona pelo segundo ano consecutivo. A equipe pernambucana foi rebaixada em 2017.

“Tenho 100% de confiança. Nosso time é bom, com vários jogadores experientes. Muitos já sabem como é a competição, e nesse último jogo demonstramos isso. Se a gente continuar assim, temos tudo para subir”, finalizou Paulinho.

O próximo compromisso do Náutico na competição nacional será contra o Treze, no domingo, dia 21 de julho, às 18h (de Brasília), nos Aflitos.