De Gea e tática de Mourinho fazem United vencer o Arsenal no Emirates

São Paulo, SP

02-12-2017 17:32:55

De Gea teve atuação impressionante (Foto: AFP/Ian Kington)

Quem acredita que treinador não vence jogos teve uma verdadeira surpresa neste sábado. No Emirates Stadium, José Mourinho foi fundamental para que o Manchester United vencesse o Arsenal por 3 a 1, com gols de Lingard, duas vezes, e Valencia. Lacazette descontou para os Gunners, que poderiam ter feito mais não fosse a atuação inacreditável de De Gea. Prova do feito do goleiro espanhol está nas finalizações de cada lado: 33 a oito para os mandantes.

Antes do clássico, como quem brinca com o psicológico do adversário, José Mourinho prometeu um Manchester United que sairia para o jogo no Emirates Stadium. Do lado londrino, Wenger não acreditou no treinador português e armou o Arsenal com uma linha defensiva alta, esperando a retranca dos visitantes.

Logo aos quatro minutos, porém, os Red Devils surpreenderam e abriram o placar. Marcando no campo ofensivo, o United forçou o erro de passe de Koscielny, Valencia recuperou, tabelou com Pogba e chutou rasteiro, cruzado, para inaugurar o marcador.

Sem dar tempo para que Wenger arrumasse seu time em campo, o Manchester ampliou aos 11 minutos. Mustafi dominou na linha de meio-campo, segurou muito a bola procurando o passe e perdeu para Lukaku. O belga acionou Martial, que girou e deu um toque espetacular para Lingard anotar o segundo.

Com a vantagem de dois gols no placar, Mourinho passou a fazer o que o Arsenal esperou desde o início: se fechar na defesa. Assim, durante todo o restante da primeira etapa, os Gunners pressionaram muito, mas pararam nas defesas espetaculares de De Gea.


O arqueiro espanhol só não pôde impedir o gol de Lacazette, aos quatro minutos do segundo tempo. Sánchez fez levantamento às costas da defesa do United, Ramsey, em posição legal, tocou para trás e o centroavante francês, completamente sozinho, teve tempo para dominar e estufar as redes de De Gea.

No minuto seguinte, porém, os visitantes mostraram seu poderio ofensivo e Martial acertou a trave. Aos 18, Lukaku fez a paredee  Lingard abriu para Pogba. O francês se livrou de Koscielny e cruzou para Lingard marcar seu segundo gol, o terceiro do United.

A se lamentar para os comandados de José Mourinho, só a expulsão direta de Pogba por falta feia em Bellerín, aos 29 minutos. O cartão vermelho deixará o francês de fora da "final" contra o Manchester City, confronto entre líder e vice-líder no próximo dia 10, às 14h30 (de Brasília), no Old Trafford.

O Arsenal, que se lançou completamente ao ataque, chegou a alcançar 75% de posse de bola, mas não conseguiu manter sua ótima série no Emirates. Com o revés, os Gunners viram o fim da sequência de 12 vitórias seguidas em casa.

O resultado deste sábado, aliás, aproximou ainda mais os Red Devils dos Citizens. O triunfo levou o United aos 35 pontos, cinco a menos que o rival. O City, porém, ainda joga neste domingo, contra o West Ham, às 14h (de Brasília), podendo voltar a abrir oito pontos na dianteira. Já o Arsenal segue com 28 pontos, em 5º lugar, o que o deixa fora da zona de classificação para a próxima edição da Champions League.

Confiras todos os jogos da Premier League neste final de semana:

Sábado
Chelsea 3 x 1 Newcastle
Brighton 1 x 5 Liverpool
Everton 2 x 0 Huddersfield
Leicester 1 x 0 Burnley
Stoke City 2 x 1 Swansea
Watford 1 x 1 Tottenham
West Bromwich 0 x 0 Crystal Palace
Arsenal 1 x 3 Mancester United

Domingo
11h30 Bournemouth x Southampton
14h Manchester City x West Ham

Deixe seu comentário