Tiago Nunes explica intenção com cartilha e diz que se sente respaldado no Corinthians

São Paulo , SP
25/03/2020 07:00:14

Em: Campeonato Paulista, Corinthians, Escolha do editor, Futebol, Gazeta Press, Notícias

O Corinthians alterou algumas regras internas em conjunto com Tiago Nunes para 2020. A chamada “nova cartilha” do elenco gerou muita polêmica e, apesar do clube ter assumido parte da responsabilidade e Cássio ter minimizado a questão, o técnico acabou sendo apontado como principal mentor das determinações.

Tiago Nunes foi contratado em 2019, mas assumiu o grupo do Corinthians em 2020 (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

Na noite desta terça-feira, Tiago Nunes, então, explicou qual é a intenção com isso, principalmente no que se refere ao fato dos jogadores não poderem mais utilizar os celulares durante as refeições, talvez o ponto mais abordado dentro do tema.

“A gente tem uma ferramenta hoje chamada celular. O celular aproximou as pessoas que estavam distantes, mas, ao mesmo tempo, ele afastou quem está perto. Como é que eu estabeleço formas de convivência com a presença desse bichinho, esse tal de celular? E quando a gente consegue reunir os jogadores? Durante o treinamento, que dura uma hora, uma hora e meia, duas horas de treino, e durante as refeições”, disse, em entrevista ao BandSports.

“Então, durante as refeições, a gente estabeleceu que os atletas tenham um tempo de permanência juntos, sem celular, para poder o quê? Conversar. Coisa que os amis antigos sempre falam: ‘ah, mas no meu tempo a gente ficava jogando carta, tocando violão, conversando…’. Ficava fazendo isso porque não tinha celular. Se tivesse celular, eles estariam no celular também. Isso é balela. É uma outra geração”, continuou.

“A gente, hoje, com essas questões, têm que criar meios dos caras sentarem, conversarem, falarem sobre a vida. Eu tenho certeza que muitos dos jogadores, e não é no Corinthians, em qualquer clube, o cara que está ao lado não sabe se o outro tem pai, mãe, filho, um, dois ou três, se tem problema, se não tem… É esse tipo de vínculo que a gente tenta criar para que os caras criem intimidade”.

Tiago Nunes espera que a atitude tomada fora de campo tenha reflexo no gramado.

“Quando há intimidade, você consegue defender um ao outro. Quando chega dentro do campo e você precisa que seu companheiro ajude um pouquinho mais, o cara que gosta de você, que tem afinidade, ele vai fazer isso com mais naturalidade. Então, as tais normas da cartilha são isso aí, de buscar convivência, coisa que falta na comunidade mundial, sem mimimi”, concluiu.

Durante a mesma entrevista, Tiago Nunes afirmou que não tem qualquer problema com o elenco. Apesar das críticas e do momento difícil da equipe pela falta de resultados positivos, o treinador garantiu que a diretoria alvinegra tem passado confiança para o trabalho continuar.

“Sinto esse respaldo, sim. Do presidente, do Duílio, do Kalil, dos jogadores, funcionários. Todos”.

 




×
Quer receber notícias do Corinthians?