Corinthians é eliminado da Libertadores pela 5ª vez seguida com um jogador expulso

São Paulo, SP

10/08/22 | 10:04

O Corinthians foi até o Maracanã tentar reverter a desvantagem na Copa Libertadores, mas foi superado pelo Flamengo por 3 a 0 no agregado. Além do resultado negativo, o Timão foi eliminado da competição pela quinta vez seguida com um jogador expulso.

Apesar dos ameaços no primeiro tempo de ambos os lados, foi na segunda etapa que de fato tudo aconteceu. O cartão vermelho do jogo veio quando a bola bateu no braço de Bruno Méndez na entrada da área.

O zagueiro disputou a bola com Pedro, que estava em um bom ataque. O árbitro foi chamado pelo VAR para rever o lance e acabou expulsando o jogador.

A diferença numérica não é novidade no Corinthians, já que foi a quinta vez que o clube caiu da Libertadores com um a menos no campo.

A sequência iniciou em 2015, quando o clube deixou a competição nas oitavas de final. Contra o Guaraní, do Paraguai, Fábio Santos foi expulso após levantar a perna em dividia com Santander e atingir a barriga do jogador.

Um ano depois, o time viveu o mesmo cenário, mas com a expulsão de Fagner. Em 2018, novamente na mesma fase do torneio, Danilo Avelar se envolveu em confusão e deixou o confronto diante do Colo-Colo.

Em 2020, foi Pedrinho que recebeu a advertência contra o Guaraní, do Paraguai, na segunda fase eliminatória da competição. O embate foi marcado por várias polêmicas pela arbitragem de Nestor Pitana.

A última expulsão que fecha a lista é justamente a do Bruno Méndez, que recebeu o cartão vermelho depois do gol no Maracanã. No início da segunda etapa contra o Flamengo Arrascaeta achou Pedro, que não perdoou e abriu o placar. Depois de alguns minutos, o zagueiro alvinegro disputou espaço justamente com o atacante adversário, mas a bola acabou batendo no seu braço perto da área.


Agora, o Corinthians volta suas atenções para as duas competições restantes do seu calendário: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Primeiro, recebe o arquirrival Palmeiras, neste sábado, em briga direta no Brasileirão, às 19h (de Brasília).

Deixe seu comentário