Gazeta Esportiva |

Presidente do CPB acredita em quinto lugar no quadro de medalhas

Publicado em 06/09/2016 17:46:46 Compartilhe
São Paulo , SP
Foto: Francisco Medeiros/ME
Leonardo Picciani (E) e Andrew Parsons (D) concederam entrevista coletiva na véspera da abertura das Paralimpíadas (Foto: Francisco Medeiros/ME)

Nesta terça-feira, véspera da abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Andrew Parsons, concedeu entrevista coletiva ao lado do ministro do Esporte Leonardo Picciani e comentou sobre suas expectativas para o desempenho do Brasil na competição.

“O quinto lugar (no quadro de medalhas) é factível. E voos mais altos vão ser factíveis em Tóquio. É claro que é difícil. De Pequim para Londres, pulamos cinco posições, mas alguns adversários não eram tão fortes como são agora”, avaliou Parsons, que não vê a ausência da Rússia como algo preponderante para a presença brasileira entre os primeiros colocados.

“O fato de a Rússia não estar (nos Jogos) não nos coloca em sexto lugar. As medalhas que ficaram com a Rússia vão ser divididas com os principais adversários do Brasil”, acrescentou o presidente do CPB.

Nos Jogos de Londres 2012, o Brasil acabou na sétima colocação do quadro de medalhas, com 21 ouros, 14 pratas e oito bronzes. A Rússia, excluída do Rio por decisão do Comitê Paralímpico Internacional, acabou na segunda posição, com 36 ouros, 39 pratas e 27 bronzes.

“Investimento em esporte paraolímpico é prioridade”

O ministro do Esporte Leonardo Picciani garantiu que, na gestão de Michel Temer (PMDB), que assumiu definitivamente a presidência da República após o impeachment de Dilma Rousseff (PT), o investimento em esporte paralímpico será uma das prioridades.

“O Ministério, por decisão do presidente, vai investir cada vez mais no esporte paralímpico. Teremos uma evolução nos Jogos do Rio ao excelente resultado que já tivemos nos Jogos de Londres”, garantiu Picciani.

Os Jogos Paralímpicos do Rio terão início nesta quarta-feira, com a cerimônia oficial de abertura no Maracanã, a partir das 18h15 (de Brasília). As competições serão realizadas até o dia 18 de setembro.

Comente