Com virada heroica, Bellucci e Rogerinho avançam à semi do Brasil Open

Fernanda Lucki Zalcman* - São Paulo,SP

27-02-2019 20:17:42

Pelo segundo dia seguido, não faltou emoção no Ginásio do Ibirapuera. Embalados pelo vice-campeonato no Rio Open na última semana e por uma grande vitória na estreia do Brasil Open, Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva entraram em quadra novamente nesta quarta-feira pelas quartas de final do ATP 250 de São Paulo e não decepcionaram.

Na quadra 1, menor que a central, a torcida apoiou do começo ao fim e transformou o ambiente em um verdadeiro caldeirão. Os paulistas saíram atrás no placar, mas conseguiram reagir e superaram Marcelo Arevalo e James Cerretani de virada por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 10/6, em 1h40 de partida.

Com o resultado, os brasileiros avançam à semifinal da competição e irão encarar a dupla formada pelos britânicos Luke Bambridge e Jonny O'Mara. O duelo está marcado para esta sexta-feira, no Ginásio do Ibirapuera.

Na outra semifinal já está garantida a parceria entre o tcheco Roman Jebavy e o argentino Andrés Molteni. Eles aguardam o duelo desta quinta-feira entre os cabeças de chave número dois, Pablo Cuevas e Horácio Zeballos – que eliminaram Marcelo Demoliner na estreia - , e os argentinos Federico Delbonis e Maximo Gonzales.

O primeiro set começou equilibrado. Aos poucos, no entanto, Arevalo e Cerretani passaram a pressionar os games de saque dos brasileiros, que precisaram salvar quatro break-points. Com o jogo empata em 3 a 3, a ofensiva da dupla estrangeira enfim fez efeito e eles conseguiram a quebra. Sacando para fechar a parcial, eles abriram 40 a 0, mas os paulistas conseguiram salvaram os três set-points. No quarto, porém, nada puderam fazer e Arevalo e Cerretani largaram na frente.

Novamente, o segundo set começou bastante equilibrado. Desta vez, porém, Bellucci e Rogerinho não tomaram tantos sustos e conseguiram confirmar seus serviços com mais facilidade. E o desfecho terminou sendo diferente. Com o placar em 5 a 4, os brasileiros chegaram ao set-point e não desperdiçaram, deixando tudo igual em São Paulo para delírio da torcida.

A dupla da casa começou bem o super tie-break, abrindo de cara 4 a 1. A cada ponto vencido pelos paulistas, a torcida vibrava. E apoiados por esse calor das arquibancadas, Bellucci e Rogerinho conseguiram mais duas quebras, sacaram para o jogo e decretaram o grande triunfo.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário