Carille não acredita em acerto de Gustavo Scarpa com o Corinthians

São Paulo , SP
11/12/2017 22:03:25

Em: Corinthians, Futebol, Mercado da bola
Com as saídas de Arana e Pablo, técnico passou a desejar sete reforços para 2018 (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Sempre reticente com a possibilidade de ganhar reforços mais renomados para o seu elenco, o técnico Fábio Carille demonstrou pessimismo em relação às chances de o Corinthians contratar o meia Gustavo Scarpa, do Fluminense. O atleta também é cobiçado pelos rivais Palmeiras e São Paulo.

“É um excelente jogador. Para ser sincero, não acredito, pelas condições e por estar valorizado do jeito que está, que vá para o Corinthians. Se acontecer, é claro que será um acréscimo muito grande, pela qualidade do atleta”, comentou Carille, em conversa com a Fox Sports.

Em entrevista à Gazeta Esportiva, o diretor de futebol Flávio Adauto definiu Scarpa como “um atleta interessante”, porém avisou que não entrará em leilão pelo jogador. O Corinthians, endividado, tem escassos recursos para investir em contratações.

Assim como ocorre com o São Paulo e o Palmeiras, a direção corintiana tem a cessão de alguns atletas como trunfo para convencer o Fluminense a fazer negócio. Carille torce pelo sucesso da iniciativa. “Jogador bom tem vaga sempre. E ele é muito bom, já provou isso. Mas, repetindo, acho muito difícil que aconteça”, ressalvou.

Se tivesse a oportunidade de escolher apenas um atleta para reforçar o Corinthians, o técnico não miraria os seus olhos em Gustavo Scarpa. “Um de que gosto e tenho falado que faz a diferença na maioria dos jogos é o Luan, do Grêmio. Ele é inteligente, flutua, e acrescentaria para qualquer time”, elogiou.

Por enquanto, o Corinthians já acertou as aquisições do atacante Júnior Dutra e do volante Renê Júnior, que disputaram o último Campeonato Brasileiro por Avaí e Bahia, respectivamente, para 2018. Carille espera mais. “Quando o campeonato terminou, batemos muito no número de cinco reforços, mas, na verdade, o Pablo e o Arana saíram. Passaram a ser sete”, avisou o treinador.