Basquete/LBF

LBF apresenta nova temporada com compromisso de “resgate moral”

Marcelo Baseggio - São Paulo , SP
12/12/2017 13:44:49 — 12/12/2017 14:05:07

Em: Basquete, LBF, Mais Esportes

Mais equipes, mais jogadoras, mais visibilidade. É assim que a Liga de Basquete Feminino pretende retomar os tempos de glória do esporte entre as mulheres, um pouco esquecido nos últimos tempos. Em cerimônia realizada no centro de São Paulo nesta terça-feira, a LBF apresentou a nova edição do torneio, que começa já em janeiro do ano que vem com nove times, três a mais que a última temporada, e a promessa de um crescimento gradativo.

A grande novidade da nova temporada da Liga de Basquete Feminino é a transmissão de 100% dos jogos pela internet. Além disso, os fãs de basquete também poderão acompanhar as disputas aos domingos, às 15h (de Brasília), na TV Gazeta, emissora oficial da competição.

“Eu vejo hoje um momento muito importante para o basquete feminino. Estamos aqui com uma emissora oficial, que é a Gazeta, o que me deixa extremamente feliz. Eu lutei muito para que isso acontecesse. Estamos com nove equipes disputando o campeonato, mesmo com jogadoras fora do país. Tenho certeza que isso nas próximas temporadas irá mudar. O que eu posso dizer da liga é o resgaste do basquete feminino no sentido moral, não no sentido técnico, operacional, no sentido de dizer: ‘Cara, existe basquete feminino no Brasil e é muito grande’”, disse o presidente da LBF, Ricardo Molina, à Gazeta Esportiva.

Das nove equipes que participarão da temporada 2018, quatro são estreantes: Campinas, Catanduva, Ituano e São Bernardo. O time de Itu conta com nomes de peso, como o técnico Antônio Carlos Barbosa e a pivô Kelly, ambos medalhistas de bronze nas Olimpíadas de Sydney, em 2000. Além da dupla, a armadora Joice, que disputou a Rio 2016 e a última Copa do Mundo com a Seleção Brasileira, também faz parte do elenco rubro-negro.

Mas não é apenas o Ituano que ostenta o status de estreante com um time estrelado. O Campinas também contará com atletas importantes e um treinador que também é referência: Antônio Carlos Vendramini. Karla Costa, ex-Corinthians/Americana e atual campeã da LBF, é um dos pilares do time.

O formato do torneio será composto por turno e returno, com todas as equipes se enfrentando na temporada regular. Os oito times mais bem colocados garantem vaga nos playoffs. As quartas e semifinais serão disputadas em até três jogos, enquanto a grande decisão poderá ter até cinco confrontos. No próximo dia 12 de janeiro, a bola sobe pela primeira vez para o clássico do ABC entre Santo André e São Bernardo, às 20h, no ginásio Pedro Dell’Antonia. Já no dia 3 de junho será conhecido o grande campeão da LBF de 2018.

Foi divulgada também a data do Jogo das Estrelas. No ano que vem, as melhores jogadoras da LBF entrarão em quadra nos dias 7 e 8 de abril, em Santo André, para um possível duelo contra a seleção da Liga Argentina. Além da partida, campeonato de enterradas e outras atrações também estão previstas para o fim de semana.

Confira todas as equipes da nova temporada da LBF:

Blumenau (SC)

Funvic/Ituano (SP)

Poty/Bax/Catanduva (SP)

Presidente Venceslau (SP)

Sampaio Basquete (MA)

Santo André/Apaba (SP)

São Bernardo do Campo/Brazolin/Unip (SP)

Uninassau Basquete (PE)

Vera Cruz Campinas (SP)