Após derrota, Galdezani defende Pachequinho: “Não é culpado de nada”

16/07/2017 22:30:25

Em: Brasileiro Série A, Coritiba, Fluminense, Futebol
Equipe do Coritiba não vence no Couto Pereira desde a 5ª rodada (Foto: Divulgação/CFC)

 

O Coritiba perdeu mais uma partida em casa neste Campeonato Brasileiro, ao sofrer derrota para o Fluminense por 2 a 1, neste domingo, no Couto Pereira. Já são cinco jogos seguidos sem vitória em seus domínios. Um dos destaques do time e querido pela torcida, o volante Matheus Galdezani tentou encontrar explicações para a derrota do clube paranaense.

“Não tem o que falar. Nosso time teve muitas oportunidades de gol e um pênalti perdido. O Fluminense fez dois gols de falhas nossas. Eu que errei o passe do segundo gol, assumo meus erros, mas isso não justifica nada, tivemos muitas oportunidades e não fizemos o gol. É levantar a cabeça para o próximo jogo, fora de casa, que temos que ganhar. Está todo mundo de parabéns pelo empenho, só faltou fazer o gol”, afirmou.

Questionado também sobre a situação do treinador da equipe, Pachequinho, o jogador fez questão de ressaltar que sente que o técnico não é o responsável pelo momento do Coritiba.

“O Pachequinho está bem no comando, é um bom técnico e o trabalho dele é bom. Ele não é culpado de nada, nós que não fizemos os gols. Criamos, mas não fizemos. Ele não tem nada de culpa, está de parabéns pelo trabalho que vem fazendo. O Coritiba está crescendo. Há quanto tempo a gente não brigava na parte de cima da tabela?”, finalizou.

O Coritiba viaja até Campinas, na próxima quarta-feira, para enfrentar a Ponte Preta. O Coxa busca sair do meio da tabela e encostar de vez nos líderes, enquanto que a Macaca tenta afastar o fantasma do Z4, já que soma apenas 15 pontos, dois a mais que o Avaí, primeiro time da zona da degola.