Presidente da Federação Espanhola desiste de concorrer à Uefa

São Paulo, SP

06-09-2016 17:06:38

Villar não será presidente da Uefa (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)
Villar não será presidente da Uefa (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Ángel María Villar, anunciou sua desistência da eleição que definirá o novo mandatário da Uefa. Ele concorreria com o esloveno Aleksander Ceferin e com o holandês Michael Van Praag.

Em nota oficial, publicada no site da RFEF, Villar garantiu que recebeu muito apoio para seguir com sua candidatura, mas preferiu retirar-se, priorizando a reeleição para o cargo de presidente da Federação Espanhola. O dirigente foi o comandante interino da Uefa, depois que Michel Platini saiu do comando.

Ángel María havia sido declarado elegível pela entidade, assim como os demais candidatos, na última sexta-feira. Ao fim de sua carta oficial, o dirigente desejou sorte a ambos os dirigentes que ainda estão na disputa pela presidência.

A eleição que definirá o próximo mandatário da Uefa acontecerá durante o Congresso da entidade, em Atenas, na próxima quarta-feira, dia 14 de setembro.

A organização que rege o futebol europeu sofreu um baque com as diversas acusações de corrupção contra Michel Platini, que levaram à renúncia do ex-presidente. Ele acabou banido do futebol pela Fifa, com uma suspensão de oito anos, que depois foi diminuída para quatro.

Deixe seu comentário