Futebol/Série A

Ábila marca duas vezes, Cruzeiro vence o Atlético-GO e respira no Brasileiro

São Paulo, SP
11/06/2017 20:29:06

Em: Atlético-GO, Brasileiro Série A, Cruzeiro, Futebol

Vindo de duas derrotas, o Cruzeiro recebeu a visita do Atlético-GO, na noite deste domingo, no estádio Mineirão e conseguiu voltar a somar pontos no Campeonato Brasileiro. O time do técnico Mano Menezes se impôs em casa e venceu o adversário goiano por 2 a 0.

A Raposa entrou em campo pressionada pelo placar positivo. Mesmo com um time ofensivo, o clube encontrou dificuldades para furar a forte retranca do Dragão. Coube ao argentino Ramon Ábila balançar as redes duas vezes e garantir os três pontos.

Com a vitória o time celeste chegou a 10 pontos e voltou a respirar aliviado no Brasileirão. Com a pontuação, o clube ocupa a sexta posição. Enquanto isso, o Atlético-GO, que havia vencido a Ponte na última rodada, estacionou nos três pontos e é o vice-lanterna, podendo ser ultrapassado pelo Atlético-PR.

Na próxima rodada, o time do técnico Mano Menezes tem uma parada dura fora de casa. A Raposa viaja a São Paulo onde enfrenta o líder Corinthians, no dia 14/06. Já o Dragão recebe o Avaí, também no dia 14/06.

Ábila marcou os dois gols da partida (Foto: Washington Alves / Cruzeiro)

O jogo – Jogando em casa, o Cruzeiro começou a partida com maior posse de bola e apostando nas triangulações no povoado meio-campo. Desde o apito inicial do árbitro, o Atlético Goianiense se postou defensivamente e apostava em um contra-ataque para incomodar a Raposa.

Apesar de ficar mais com a bola nos pés, o time celeste pouco conseguia criar. Thiago Neves aparecia como o responsável por criar as jogadas mas, muito bem marcado, acabava ficando sem opções. Quando conseguiu se desvencilhar da carregada marcação, o meia cruzeirense driblou dois marcadores e soltou uma paulada, acertando o travessão.

Na volta do intervalo o Atlético Goianiense retornou com a mesma proposta e marcando no campo de defesa. Mesmo dando espaço ao Cruzeiro, o time da casa encontrava dificuldades. O Dragão dava muita liberdade para Ezequiel e Diogo Barbosa, os laterais celestes, armarem as jogadas ofensivas, mas os jogadores não cumpriam bem a função.

Depois de muito ficar com a bola, o Cruzeiro, finalmente, conseguiu abrir o placar. Thiago Neves iniciou a jogada com um toque de calcanhar para Alisson, que tocou para o centroavante Ábila se esforçar e finalizar na saída do goleiro Felipe: 1 a 0.

Com o gol sofrido, o Atlético teve que se lançar ao ataque para tentar sair de Minas Gerais com, no mínimo, um ponto. O clube goiano até chegou a assustar o goleiro Fábio, mas o Cruzeiro manteve a calma e logo ampliou. O rápido meia Alisson foi derrubado dentro da área e o juiz marcou penalidade máxima. Na cobrança, Ábila bateu firme no canto direito e comemorou o segundo gol do duelo.

Com 2 a 0 no placar, o Atlético passou a sentir muito o desgaste físico e deixou o Cruzeiro voltar a pressionar. No último lance perigoso da partida, Ábila recebeu bom passe de Robinho, que armou contra-ataque, e finalizou exigindo defesa elástica do goleiro Felipe.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 0 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 11 de junho, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Cartão amarelo: Robinho, Thiago Neves e Murilo (Cruzeiro); André Castro, Jorginho, Marcão Silva e Andrigo (Atlético-GO)
GOLS:
Cruzeiro: Ábila aos 16 e 34 do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Murilo, Léo e Diogo Barbosa; Ariel Cabral (Hudson), Lucas Romero, Robinho, Thiago Neves (Rafinha) e Rafael Marques (Alisson); Ábila
Técnico: Mano Menezes

Atlético-GO: Felipe Garcia; André Castro, Eduardo Gabriel, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Silva (Luiz Fernando), Marcão Silva, Breno Lopes (Walterson), Jorginho e Andrigo (Junior Viçosa); Everaldo
Técnico: Doriva