Futebol/Campeonato Brasileiro

Chapecoense e Flu ficam no empate sem gols na Arena Condá

Gazeta Press - Rio de Janeiro, RJ
04/06/2016 22:37:00 — 04/06/2016 22:38:01

Em: Campeonato Brasileiro Série A, Chapecoense, Fluminense, Futebol
Ataques não funcionaram e jogo em Santa Catarina acabou sem a rede balançar (Foto: Nelson Perez/FFC)
Ataques não funcionaram e jogo em Santa Catarina acabou sem a rede balançar (Foto: Nelson Perez/FFC)

Em partida de poucas emoções, Chapecoense e Fluminense empataram sem gols em partida disputada na noite deste sábado, na Arena Condá, em Chapecó. Os dois times perderam a chance de alcançar as primeiras posições do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense chegou aos dez pontos ganhos e ocupa a quinta posição, enquanto o Tricolor das Laranjeiras agora soma nove pontos, na sétima colocação.

O jogo foi marcado pela falta de criatividade das duas equipes. O primeiro tempo foi equilibrado, mas com poucas chances de gol. O Fluminense foi bem melhor do que o adversário no segundo tempo, mas pecou pela falta de objetividade nas conclusões. A Chapecoense sentiu a falta de alguns titulares e não conseguiu se encontrar em momento nenhum do jogo.

Na próxima rodada, a Chapecoense vai visitar a Ponte Preta, em Campinas. O Fluminense vai receber o Grêmio, no Raulino de Oliveira.

O jogo – Mal o jogo começou, logo precisou ser interrompido porque Moisés e Sérgio Manoel, ambos da Chapecoense, se chocaram em bola disputada pelo alto e precisaram de atendimento médico. O Fluminense tentava fazer uma marcação adiantada para atrapalhar a saída de bola da equipe catarinense. A Chapecoense também apertava na marcação, o que tornava a partida muito disputada, mas sem lances de área. Só aos 12 minutos é que aconteceu o primeiro momento de perigo, mas o chute de Richarlison foi bem defendido pelo goleiro Danilo.

A resposta da Chapecoense veio aos 15 minutos. Após boa troca de passes, Silvinho bateu colocado e a bola passou bem perto da trave esquerda de Diego Cavalieri. Logo depois, o lateral-esquerdo Dener recebeu uma bola recuperada na intermediária e bateu cruzado, mas a bola saiu.

Depois de dois ataques consecutivos, o time catarinense passou a jogar com mais confiança, enquanto o Tricolor carioca mostrava muita dificuldade para se organizar ofensivamente.

Aos 25 minutos, Richarlison foi derrubado na entrada da área. Gustavo Scarpa bateu, mas a bola se chocou com a barreira e ficou com a defesa da Chapecoense.

O Fluminense seguia com dificuldades para impor seu ritmo. Fred recuava para participar do setor de armação, enquanto Richarlison ficava mais fixo na frente, quase sem participar do jogo.

Aos 34 minutos, o Fluminense criou a primeira chance real de gol. Richarlison recebeu na área e concluiu, Gimenez salvou em cima da linha. A bola voltou para Jonathan que bateu e o lateral da Chapecoense voltou a salvar, quando o goleiro Danilo estava fora do lance. A bola ainda sobrou para Giovanni que mandou para o gol e encobriu o travessão, com muito perigo.

O time catarinense voltou a aparecer na área carioca aos 40 minutos, quando Dener cruzou da esquerda e Silvinho cabeceou sem levar perigo.

O Fluminense retornou para o segundo tempo com o veterano Magno Alves na vaga de Richarlison, mas foi a Chapecoense que começou mais aceso no jogo. Logo aos três minutos, uma falta cobrada por Hyoran levou muito perigo, mas a zaga tricolor conseguiu salvar.

Depois dos dez minutos, a partida voltou a ficar em ritmo morno, com muitas faltas e pouca presença nas duas áreas. Aos 14 minutos, Gustavo Scarpa levantou a bola na área e quase surpreendeu o goleiro Danilo que desviou para escanteio. Na cobrança, Fred subiu mais do que a zaga e cabeceou com perigo. O Fluminense animou e depois de cruzamento de Magno Alves, Cícero tentou bater de primeira e mandou para bem longe do gol defendido por Danilo.

O time dirigido por Levir Culpi passou a dominar o jogo, mas sem conseguir condições para finalizar com sucesso. A Chapecoense, por sua vez, apenas se defendia e tentava chegar ao ataque em lançamentos que eram facilmente dominados pela defesa carioca.

Aos 28 minutos, o Fluminense colocou a bola nas redes em cabeçada de Cícero, mas a arbitragem marcou impedimento do meia tricolor.

O Tricolor das Laranjeiras seguiu controlando as ações, mas sem conseguir entrar na área da equipe catarinense. Só aos 40 minutos é que a equipe da casa chegou a ameaçar em jogada de Hyoran que driblou dois zagueiros e foi desarmado quando se preparava para chutar. Dois minutos depois foi a vez do volante Edson desperdiçar a oportunidade para marcar, depois de receber bom passe de Gum.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 0 FLUMINENSE

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 04 de junho de 2016, sábado
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa (MG) e Rafael Trombeta (PR)
Cartão Amarelo: Hyoran, Sérgio Manoel, Arthur Maia(Chape)

CHAPECOENSE: Danilo, Gimenez, Marcelo, Willian Thiego e Dener: Moisés(Andrei), Sérgio Manoel e Hyoran; Lucas Gomes(Arthur Maia), Silvinho(Lourency) e Bruno Rangel
Técnico: Guto Ferreira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Giovanni; Edson, Douglas, Gustavo Scarpa e Cícero; Richarlison(Magno Alves) e Fred
Técnico: Levir Culpi




  • Palestrino

    fgg