Gazeta Esportiva

Santos quer jogar no "estádio da WTorre" e discute para ter nova casa

Marcelo Baseggio* - São Paulo,SP

24/08/16 | 12:42 - 24/08/16 | 13:44

Modesto Roma Jr tem reunião agendada para esta sexta-feira com a WTorre (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Modesto Roma Jr tem reunião agendada para esta sexta-feira com a WTorre (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Os bons públicos que o Santos vem colecionando nesta temporada ao jogar em São Paulo parecem ter influenciado na decisão do clube em enviar o confronto contra o Santa Cruz, válido pela 26ª rodada do Brasileirão, para a capital paulista. Desejando atuar como mandante no Palestra Itália, o Peixe já iniciou as tratativas para tornar a possibilidade viável.

Em contato por telefone com a Gazeta Esportiva, o presidente do Santos, Modesto Roma Jr, comentou sobre a chance de enviar o duelo para o estádio do arquirrival e revelou, inclusive, que após a conversa com Paulo Nobre, o mandatário palmeirense se mostrou a favor da ideia.

“O Paulo Nobre foi favorável à ideia. Temos que negociar com a WTorre, que é quem administra o estádio. Isso não depende do Palmeiras, temos uma reunião marcada para sexta-feira para discutirmos essa possibilidade. Ainda estamos no começo das tratativas, não é nada certo. Depende de uma série de fatores, como custos e algumas outras coisas”, afirmou.

Apesar da dúvida se a construtora responsável pela obra da nova casa palmeirense irá permitir o uso da arena por outro clube, Modesto não poupou adjetivos quando explicou os motivos pelos quais escolheu o “estádio da WTorre” para sediar o jogo do Santos.

“O Allianz Parque é um dos estádios que ficam em São Paulo, como o Morumbi, o Pacaembu... É um dos mais modernos, um dos mais bem construídos, ou seja, é uma opção viável”, disse Modesto, que ainda completou quando questionado sobre a brincadeira de chamar a casa palmeirense de “estádio da WTorre”. “Não é brincadeira, o estádio é da WTorre. Isso não tem nada a ver com mérito ou desmérito. A WTorre é quem construiu e administra o estádio, então ele pertence à WTorre”.

Com custo de R$450 milhões, arena do Santos teria capacidade para 27 mil torcedores (Foto: Reprodução)
Com custo de R$450 milhões, arena do Santos teria capacidade para 27 mil torcedores (Foto: Reprodução)

Aluguéis de estádios à parte, o Peixe também anunciou na noite desta terça-feira um projeto de uma nova arena na baixada santista ao seu Conselho Deliberativo. Orçado em R$ 450 milhões e com capacidade para 27 mil torcedores, o projeto ainda não foi aprovado, mas uma reunião para debater o assunto deverá acontecer em breve.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário