Vasco tenta tirar pressão do clássico contra o Botafogo

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

27-03-2015 13:35:00

A vitória por 2 a 1 sobre o Boavista, conquistada com um gol de pênalti nos acréscimos do segundo tempo, trouxe tranquilidade para o Vasco, que divide a liderança do Campeonato Carioca com Botafogo e Flamengo, ambos com 29 pontos conquistados. Na visão do técnico Doriva e dos jogadores, o Cruz-Maltino se aproximou muito da classificação para as semifinais, que, na matemática vascaína, vai vir com mais um triunfo.

A vitória por 2 a 1 sobre o Boavista, conquistada com um gol de pênalti nos acréscimos do segundo tempo, trouxe tranquilidade para o Vasco, que divide a liderança do Campeonato Carioca com Botafogo e Flamengo, ambos com 29 pontos conquistados. Na visão do técnico Doriva e dos jogadores, o Cruz-Maltino se aproximou muito da classificação para as semifinais, que, na matemática vascaína, vai vir com mais um triunfo.

Essas contas em termos de classificação estão sendo usadas por Doriva e pelos líderes do elenco no sentido de tirar um pouco a pressão do grupo para o clássico deste domingo, às 16 horas (de Brasília), contra o Botafogo, no Maracanã, pela 13ª rodada da competição.

“O clássico é importante, porque, se terminarmos em primeiro lugar, ganhando a Taça Guanabara, vamos ter vantagem na etapa seguinte da competição. Mas, pelas minhas contas, com mais uma vitória estaremos nas semifinais. Isso nos dá um pouco mais de tranquilidade para esse difícil compromisso contra o Botafogo, que vem muito bem neste Estadual”, disse Doriva.

Os líderes do elenco vascaíno têm o mesmo raciocínio. “Nós sabemos que o clássico é muito importante e vamos fazer de tudo para ganhar. Porém, não podemos deixar a pressão pelo resultado aumentar, pois ainda faltam três partidas e estamos muito perto de garantirmos uma vaga nas semifinais da competição. Justamente por isso precisamos ir a campo com muita tranquilidade contra o Botafogo para construirmos o resultado que nos interessa”, alertou o zagueiro Rodrigo.

Em termos de escalação, o Vasco terá reforços para este jogo. O lateral esquerdo Christiano, o volante argentino Pablo Guiñazú, o também volante Serginho, o meia Bernardo e o atacante Gilberto, que cumpriram suspensão contra o Boavista, reaparecem, respectivamente, nas vagas de Lorran, Victor Bolt, Lucas, Thalles e Mosquito. O lateral direito Madson e o zagueiro Luan, lesionados na perna direita, são dúvidas, mas podem reaparecer nos postos de Nei e Anderson Salles, respectivamente. O goleiro Martin Silva, servindo à seleção uruguaia em amistosos internacionais, e o atacante Dagoberto, com trauma ósseo no pé esquerdo, são desfalques certos.

O técnico Doriva terá reforços para o clássico deste domingo, contra o Botafogo
O técnico Doriva terá reforços para o clássico deste domingo, contra o Botafogo - Credito: Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama

Dessa maneira, o esboço do time para o clássico de domingo tem: Jordi, Nei (Madson), Rodrigo, Anderson Salles (Luan) e Christiano; Pablo Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos e Jhon Cley; Bernardo e Gilberto. Neste sábado, os jogadores participam de um recreativo pela manhã, em São Januário, e depois começa o período de concentração para a partida.

São Januário - A polêmica envolvendo os locais de clássicos no Rio de Janeiro fez o presidente Eurico Miranda começar a agilizar o processo de reforma de São Januário. Ele vem mantendo contatos com arquitetos no sentido de encontrar bons projetos que possam tornar o estádio mais moderno e aumentar a sua capacidade, que atualmente gira em torno de 20 mil pessoas. O desejo do dirigente é que o estádio tenha uma capacidade mínima para 30 mil pessoas e possa, assim, receber duas torcidas com mais conforto. Além disso, Eurico vem mantendo contatos diários com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, solicitando obras de melhorias ao redor do estádio, para melhorar assim o acesso.

Deixe seu comentário