Titulares com Jorginho, Jorge Henrique e Andrezinho devem sair

São Paulo, SP

16-12-2016 17:10:59

Atacante Jorge Henrique pode deixar o Vasco na temporada de 2017 (Foto: Paulo Fernandes/Divulgação)
Atacante Jorge Henrique pode deixar o Vasco na temporada de 2017 (Foto: Paulo Fernandes/Divulgação)

O técnico Cristovão Borges segue trabalhando na montagem do elenco do Vasco para 2017. Alguns jogadores que eram titulares absolutos na equipe comandada por Jorginho na temporada passada não devem continuar na equipe. É o caso do atacante Jorge Henrique, que tem contrato até o final do próximo ano.

O jogador deve ser emprestado para outro clube, uma vez que Cristovão não pretende contar mais com ele. O meia Andrezinho, um dos líderes da equipe durante o Campeonato Brasileiro da série B, também tem a sua continuidade ameaçada em São Januário. O empresário Jorge Morais explicou que não recebeu qualquer comunicação da diretoria cruz-maltina e que isso pode ser um indício de que Andrezinho não está nos planos do novo treinador.

Hostilizado pela torcida, o volante Diguinho também tem poucas chances de permanecer em São Januário. Enquanto isso, o também volante William vai ser devolvido ao Madureira. Ele chegou a ser titular durante o ano passado, mas acabou perdendo a posição por problemas disciplinares. O clube de Conselheiro Galvão já foi comunicado de que o Vasco não tem interesse em renovar o empréstimo.

O zagueiro Aislan e o meia Fellype Gabriel já sabem que o clube não se interessa pela permanência deles. Quem deve seguir o mesmo caminho é o atacante Leandrão que recebeu poucas oportunidades e ainda enfrentou problemas físicos.

Cristovão Borges ainda vai decidir sobre o futuro dos atacantes William Barbio e Eder Luis. Barbio voltou ao Vasco depois de atuar no Joinville e sua situação ainda é incerta. Segundo seu empresário, três clubes já o sondaram para ter Barbio, mas ele vai esperar por uma decisão do Vasco para definir o futuro do jogador.

Eder Luis teve uma temporada irregular, mas tem a seu favor o fato de o técnico Cristovão Borges gostar do seu estilo de jogo. Os dois trabalharam juntos em 2011 e 2012 e o treinador admite dar mais uma oportunidade para o atacante.

Em relação a contratações, a diretoria pode negociar com o goleiro Renan, ex-Botafogo. Renan foi peça importante na classificação do Avaí para a série A, mas se desentendeu com dirigentes do time catarinense durante o processo de renovação e as negociações foram interrompidas. Para a nova comissão técnica do Vasco, Renan pode ser um bom reserva mais experiente para Martín Silva, que vem desfalcando o time em muitas oportunidades por causa das convocações para a seleção do Uruguai.

Deixe seu comentário