Fabrício revela pedido de desculpas a Alberto Valentim

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
29/10/2018 13:14:02 — 29/10/2018 13:14:36

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Vasco

O Vasco perdeu a chance de se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao empatar com o Internacional, em São Januário. O meia Fabrício, mais uma vez, foi destaque, mas por ter deixado o campo irritado ao ser substituído. O jogador deu um soco na bandeirinha de escanteio e ainda discutiu com o gerente de futebol PC Gusmão na saída do túnel.

Fabrício reconheceu o erro e afirmou que já se desculpou com o técnico Alberto Valentim pelo ocorrido. “Já pedi desculpas para o Alberto, já falei para ele que um treinador, que é o Abel Braga, já segurou minha bronca muitas vezes. O Alberto, mesmo sendo jovem, está segurando a minha bronca aqui no Vasco, mesmo sabendo que é difícil. Eu estou todo dia no treinamento, batalhando, lutando para buscar meu espaço. Quando chego aqui em São Januário eu sei que tenho que dar meu melhor, sabendo que eu não posso errar, porque se errar a torcida vai vir toda contra mim”, disse.

Fabrício revela que pediu desculpas ao técnico Alberto Valentim (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Fabrício deu sua versão sobre a saída de campo e afirmou que preferiu esfriar a cabeça ao sair de campo. “Saí bravo comigo mesmo. Ninguém quer sair do jogo. Tenho certeza que o professor Alberto optou pela minha saída para o melhor do time. Eu queria continuar, mas acontece. A rapaziada me abraçou depois, estamos juntos, vamos até o final. Eu optei por ir para o vestiário, não é a decisão certa, mas eu quis tomar um banho, esfriar a cabeça. Voltei, assisti ao restante jogo do túnel, com o PC Gusmão”, declarou.

O Vasco terá a semana para trabalhar visando o clássico de sábado contra o Fluminense, no Maracanã. O elenco se reapresenta nesta segunda-feira, quando o técnico Alberto Valentim via começar a pensar no confronto contra os tricolores.

Com 35 pontos, os cruzmaltinos estão na 13ª colocação da Série A, mas podem cair uma posição caso o ceará pontue diante do Atlético-MG, nesta segunda-feira, em Fortaleza. A equipe carioca segue um ponto acima da zona de rebaixamento faltando apenas sete rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.