Torcedores do São Paulo agridem jogadores e furtam materiais do clube

Tiago Salazar - São Paulo,SP

27-08-2016 11:47:08

Não ficou só na promessa. Torcedores do São Paulo acordaram cedo na manhã deste sábado e protagonizaram cenas de pânico no CT da Barra Funda. Durante aproximadamente duas horas, eles formaram uma grande multidão em frente ao local de treinamento da equipe para cumprir com o protesto já marcado por meio das redes sociais durante a semana. Após negociações com a diretoria sem sucesso, os torcedores arrebentaram o portão de entrada e tiveram acesso aos campos, onde estavam alguns atletas e parte da comissão técnica.

Com gritos de ordem e pedidos de "respeito à camisa tricolor", os torcedores cobraram e ameaçaram os jogadores são-paulinos. Seguranças conseguiram evitar uma tentativa de invasão ao vestiário. Em um dos vídeos gravados pelos próprios manifestantes, o volante Wesley aparece sendo escoltado por seguranças até o vestiário e sofrendo agressões pelo caminho. O veterano Diego Lugano e o capitão Maicon ainda tentaram apaziguar os ânimos conversando com diversos membros das torcidas organizadas, que até toparam conversar com a dupla de zagueiros.

Além de Wesley, o meio-campista Michel Bastos e o lateral esquerdo Carlinhos foram os que mais sofreram com a ira dos torcedores, que literalmente invadiram o campo de treino. Em meio a confusão, camisas e bolas ainda foram roubadas e furtadas de dentro do CT. O São Paulo divulgou um e-mail em que pediu apoio da Polícia Militar para o período da manhã já por receio do que poderia acontecer, mas não foi atendido.

O técnico Ricardo Gomes, que está no comando há apenas dois jogos, foi poupado pelos torcedores, que só deixaram o local aproximadamente às 11h30 para seguir com o protesto do lado de fora do CT. "Ôôôô, muito respeito com a camisa tricolor, filho da p...", esbravejavam os organizados.

Neste domingo, a equipe, que não vence em casa desde 10 de julho de tem apenas uma vitórias nas últimas oito partidas, recebe o Coritiba, às 16 horas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor paulista é apenas o 11º na tabela de classificação e está a quatro pontos da zona de rebaixamento, além de precisar de um milagre para avançar às quartas de final da Copa do Brasil depois de perder para o Juventude, que disputa apenas a Série C, por 2 a 1, em pleno Morumbi, no duelo de ida, na última quarta.

 

Deixe seu comentário