Sem clube após deixar a China, Luis Fabiano visita o São Paulo no CT

São Paulo, SP

30-10-2016 17:01:59

Ídolo do São Paulo e atualmente sem clube, Luis Fabiano amenizou a saudade que sente do Tricolor na manhã deste domingo. Após desembarcar na capital paulista nesta madrugada, o atacante visitou a equipe no CCT da Barra Funda, durante o último treino antes da partida contra o América-MG, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Terceiro maior artilheiro da história do clube do Morumbi, com 212 gols marcados em suas duas passagens, Luis Fabiano assistiu de perto às atividades dos jogadores antes da viagem a Belo Horizonte, além de ter conversado com Ricardo Gomes e seus ex-companheiros.

A visita ao Tricolor acontece três dias depois de ter anunciado sua saída do Tianjin Quanjian, da China, equipe pela qual atuou neste ano e ajudou a conquistar o título da Segunda Divisão e o acesso à elite do país asiático.

Ao sair do São Paulo no fim de 2015, o jogador de 35 anos assinou contrato de um ano, com possibilidade de renovação automática em caso de acesso à Primeira Divisão. No entanto, Luis Fabiano preferiu romper o acordo e, de acordo com sua assessoria, deve revelar seus planos futuros nos próximos dias.

No Tianjin Quanjian, o atacante brasileiro foi o artilheiro da Segunda Divisão chinesa, com 23 gols, em 29 jogos. Lá, ele contou com as companhias dos compatriotas Geuvânio e Jadson. Ainda foi treinado por Vanderlei Luxemburgo antes de o técnico deixar o futebol chinês.

Segundo maior artilheiro da história do Morumbi, com 98 gols, atrás somente de Serginho Chulapa, Luis Fabiano tem boas chances de voltar para um time chinês, embora não tenha “as portas fechadas” no São Paulo.

“Eu não sei as intenções dele. Me parece que ele vai ser contratado por outra equipe chinesa, talvez de maior qualidade técnica. Ele fez uma excelente campanha, foi superprofissional lá, fez gols e subiu a equipe dele. As portas do São Paulo estão sempre abertas para quem honrou a camisa, para quem foi símbolo para os torcedores e tudo o mais”, disse o diretor executivo do Tricolor, Marco Aurélio Cunha, ao canal Fox Sports.

“Não sei o que se passa pela cabeça dele, mas obviamente eu não fecho portas para um cara como o Luis Fabiano, até porque a carência de atacantes é tão grande que às vezes ele jogando algumas partidas e envolvido com o São Paulo como ele é pode ajudar”, concluiu o dirigente.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?