Pressão nos minutos iniciais vira trunfo para São Paulo vencer com Ceni

São Paulo, SP

05-11-2021 08:00:14

A chegada de Rogério Ceni ao São Paulo trouxe algumas mudanças em relação ao estilo de jogo da equipe. Com o novo comandante, a ordem é pressionar ao máximo o adversário nos primeiros minutos. Não por coincidência, as duas partidas vencidas pelo Tricolor sob nova direção foram conquistadas através desta postura.

No clássico contra o Corinthians, no Morumbi, o São Paulo marcou dois gols, um anulado, nos primeiros seis minutos de jogo. A forte pressão na saída de bola adversária fez com que a equipe não corresse tantos riscos, já que afastou os rivais de seu campo de defesa.


Logo no primeiro minuto, Luciano balançou as redes após receber passe por elevação de Benítez dentro da área. Por centímetros, porém, o impedimento foi marcado. Depois, em boa descida de Reinaldo pela esquerda, Calleri acabou completando cruzamento e estufando as redes.

Contra o Internacional, na última rodada, o São Paulo mais uma vez abriu o placar nos primeiros minutos de jogo. Na ocasião, Reinaldo serviu Gabriel Sara, que dominou tirando da marcação e bateu cruzado, sem chances para Marcelo Lomba.

Seja pressionando a saída de bola adversária ou acelerando o jogo no último terço de campo, fato é que o São Paulo vem considerando o início das partidas como um momento-chave para conseguir as vitórias e se livrar do fator emocional, que pode jogar contra à medida que o jogo vai passando e o gol acaba não saindo.

Neste domingo, contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, a estratégia não deverá ser diferente. Resta saber se o São Paulo terá sucesso na conclusão das jogadas, como aconteceu contra Corinthians e Internacional ou se esbarrará na falta de sorte, caso do confronto com o Red Bull Bragantino.

Deixe seu comentário