Pato explica treino na quarentena e estipula metas no São Paulo

São Paulo, SP

05-04-2020 08:00:14

No dia 16 de março, o São Paulo suspendeu todas as atividades da equipe de futebol principal, em virtude do avanço da pandemia do novo coronavírus e da paralisação do Campeonato Paulista. Desde então, os jogadores do Tricolor estão em quarentena e realizando exercícios físicos em casa. Em entrevista à Espn, o atacante Alexandre Pato contou estar se adaptando com o que tem para manter a forma.

"Nós tínhamos uma academia aqui dentro do condomínio, mas diante de tudo, pela saúde, fecharam a academia. Então estou me acostumando com aquilo que possuo. Eu tenho alguns aparelhos sim, mas outro dia eu não tinha os cones. Como está tendo uma obra aqui em casa, eu peguei os baldes do pessoal que está trabalhando e usei como se fosse. Comecei a desviar, fintar, saltar de um lado para o outro. Tem um espaço aqui fora de casa em que eu posso correr, posso caminhar. Não posso parar, porque a gente não sabe o que vai acontecer", relatou.

Após afirmar que recebe orientações dos preparadores físicos do São Paulo, Pato também revelou sua rotina de treinos durante a quarentena.

"Tento fazer um funcional pela manhã, a tarde tento trabalhar aeróbico. Às vezes intercalo, funcional a tarde e aeróbico pela manhã. Eu não deixo de treinar, eu tento sempre manter minha rotina, mas tento aproveitar também, descansar um pouco, dormir mais tarde. Estou tentando fazer o melhor que posso nas condições que eu tenho. Lógico que é diferente de ir lá no treino, na academia, com um profissional, treinar no campo, mas estou tentando me adaptar", disse.

Sem previsão de retorno aos gramados e da volta do futebol brasileiro, o camisa 7 do Tricolor falou sobre a dificuldade em achar um objetivo para se manter em forma e disse que conversa com o elenco do time do Morumbi para manterem o foco.

"É um obstáculo que a gente tem que passar. É difícil, você vai na academia e pensa ‘Ok vou fazer dez tiros na esteira mas para qual objetivo?’ Você não entende. Eu faço para mim mesmo, porque sei que vou precisar lá na frente. Eu tenho que treinar, tenho que tentar me manter o máximo na melhor forma possível, controlar a boca, o que é difícil com a ansiedade. Eu tenho conversado com outros atletas também, para todo mundo manter o foco. A gente conquistou uma coisa muito bonita até agora, que é querer jogar juntos, todo mundo se cuidando o máximo possível, para a gente manter o nosso foco e até mesmo o futebol que a gente vinha fazendo", afirmou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Em decorrência da paralisação do futebol, diversos clubes do futebol mundial pensam em cortar parte dos salários dos atletas. Pato disse acreditar que, no caso do São Paulo, o clube e os jogadores serão capazes de chegar a um acordo.

"Esse é um momento que ninguém esperava, que ia parar o futebol, que ia chegar um vírus, aconteceu tudo tão de repente. Nós temos que entender o contexto do que está acontecendo hoje, que não é só no futebol que está acontecendo os cortes de salários, mas também em outros tipos de trabalho. Temos que prezar pelo bem estar de todos e entender também o clube. Mas o clube também tem que entender a parte do jogador. Eu vejo que se todo mundo chegar ao um tipo de ideia clara para todos, todo mundo vai andar pelo caminho e tem tudo para dar certo. Acho que tem que ter um bom senso entre todos, do atleta entender a condição do clube, o que está acontecendo no mundo inteiro, e o clube entender alguns jogadores", explicou.

Por fim, Alexandre Pato estipulou suas metas pessoais e com a camisa do Tricolor Paulista.

"Meu objetivo hoje é ganhar com o São Paulo, fazer gols. Eu tenho o objetivo de ser campeão pelo São Paulo, entrar na história. Ao mesmo tempo eu quero chegar a Seleção Brasileira, mas isso não é o meu foco agora, eu tenho que focar no São Paulo", finalizou.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?