Fernando Diniz mostra interesse em Carneiro e comenta possível saída de Igor Gomes

São Paulo, SP

01-04-2020 19:37:47

De quarentena, Fernando Diniz não pode comandar treinos no São Paulo, mas segue à par de tudo que acontece no clube. Em entrevista à Rádio Transamérica nesta quarta-feira, o treinador comentou o retorno de Gonzalo Carneiro, que volta ao Tricolor após suspensão por doping, e uma possível saída de Igor Gomes ao futebol europeu.

"Pode (ser útil ao São Paulo). Conheço pouco o jogador, mas ele veio muito bem referendado quando chegou ao São Paulo. Gosto de analisar o jogador depois que trabalho com ele, ainda mais nesse momento difícil que ele teve na vida e vai retornar ao São Paulo", disse Diniz sobre o uruguaio.

"Vamos acolher da melhor maneira, ajudar como conseguir e ver qual vai ser a condição dele para poder permanecer ou não, e fazer o melhor para ele e para o clube. Em princípio, da minha parte vai ser olhado e quero conhecer melhor para saber quanto pode nos ajudar", seguiu.

Carneiro, que estava suspenso desde abril de 2019 após falhar no doping, teve sua pena reduzida e poderá voltar ao Tricolor depois da pandemia. O uruguaio tinha punição de dois anos, mas o Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) reduziu o período após entender que o atleta se submeteu aos tratamentos indicados.

Destaque do São Paulo em 2020, Igor Gomes também foi assunto da conversa. O técnico foi perguntado sobre a chance do meio-campista ser negociado para o futebol europeu em breve.

"Acho que é difícil permanecer por conta da idade e qualidade que tem. Os clubes, e o São Paulo não escapa disso, quase nenhum escapa, precisam vender jogadores para poder honrar os compromissos financeiros. Chega em determinado momento, com o tamanho da proposta, o clube se vê quase na obrigação de vender", contou Diniz.


"Enquanto tivermos esse modelo que aí está, sem entrar em detalhes porque não sou a pessoa mais indicada a falar de detalhes de como futebol brasileiro é gerido, vamos continuar sendo fornecedor de matéria-prima. E ele é uma grande matéria-prima", seguiu.

Titular absoluto da equipe, o meia de 21 anos entrou em campo seis vezes na temporada, com um gol marcado, e tem contrato válido até 2023.

"Pela evolução que está tendo, é um jogador numa curva exponencial de crescimento. Joga cada vez melhor, é identificado com clube e com a maneira que o time joga hoje. A maneira dele se relacionar com a vida aproxima muito daquilo que penso. Foi quase instantânea a melhora dele depois que eu cheguei", contou Diniz.

"Há uma tendência muito clara de o Igor jogar cada vez melhor. Com a idade que está vai ser sempre difícil o time segurar. Se for falar o que eu quero é que pudesse permanecer o maior tempo possível. É um jogador de qualidade muito rara no futebol brasileiro, quiçá mundial, e da maneira que jogo é muito importante", concluiu o treinador.

Deixe seu comentário