Futebol/Campeonato Paulista

Em protesto discreto, organizadas do São Paulo pedem saída de Leco e Raí

Marcelo Baseggio - São Paulo , SP
24/02/2019 15:55:15 — 24/02/2019 16:29:04

Em: Campeonato Paulista, Escolha do editor, Futebol, São Paulo

As torcidas organizadas do São Paulo protagonizaram na tarde deste domingo, pouco antes da partida contra o Red Bull, um protesto discreto em frente ao estádio do Morumbi. Com diversas cruzes pretas e cartazes com palavres de ordem, incluindo uma faixa chamando o time de “b*** mole”, os tricolores recepcionaram a delegação fazendo críticas aos principais jogadores do elenco e pedindo a saída do presidente Leco e do diretor de futebol Raí.

Nesta semana, a Torcida Independente divulgou em suas redes sociais que neste domingo haveria uma espécie de “marcha fúnebre” nos arredores do estádio, nos mesmos moldes da realizada no ano passado, coincidentemente antes da partida contra o Red Bull. Porém, desta vez a manifestação contou com menos adereços e integrantes, ficando concentrada em um único ponto.

Em frente ao portão principal do estádio do Morumbi, os torcedores proferiram xingamentos ao presidente Leco, pedindo a sua saída e a do diretor de futebol Raí. Bruno Peres, Reinaldo, Nenê e Diego Souza foram os outros principais alvos dos são-paulinos, impacientes com o péssimo momento da equipe neste início de temporada.

O ônibus que transportava a delegação passou rapidamente pela torcida, que, ao ver o veículo se aproximar, soltou fumaças pretas que tomaram conta do ambiente e passou a cantar mais alto na intenção de se fazer ouvir. Na chegada ao estádio, o lateral-esquerdo Reinaldo falou sobre o protesto.

“Nosso momento não é bom na competição e no começo do ano. A torcida já foi no CT e aqui também. Cabe à gente acatar isso, ir para dentro de campo, fazer nosso melhor e fazer o São Paulo vencer novamente”, disse Reinaldo, comentando sobre o protesto na chegada da delegação ao Morumbi.

Questionado se as manifestações da torcida eram válidas, o lateral-esquerdo do São Paulo não se opôs aos tricolores. “Pelo que a gente viu no começo do ano, creio que sim, mas tenho certeza que aqui tem homens e vamos levantar a cabeça para seguir em frente e deixar o São Paulo onde ele sempre tem que estar, que é no topo”.

Segundo a Torcida Independente, na partida deste domingo a tendência é que os organizados não comemorem gols nem apoiem o time durante a partida. Há, inclusive, a promessa de todos permanecerem os 90 minutos sentados na arquibancada, sem entoar qualquer cântico.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com




×
Quer receber notícias do São Paulo?