Em clima de ressaca, Tricolor tenta pensar no jogo contra o Coritiba

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

22-10-2015 17:53:13

Atletas não saíram da academia na reapresentação da equipe após a derrota para o Santos

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Após sofrer um duro baque no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, com o 3 a 1 ante o Santos, na quarta, no estádio do Morumbi, o elenco do São Paulo se reapresentou em clima de ressaca nesta quinta, no CCT da Barra Funda. O desânimo de todos os atletas com o revés no clássico acabou combinado à forte chuva que caiu sobre a capital paulista, que esvaziou os gramados do local.

As ausências ficaram novamente por conta do zagueiro Breno, que não se recuperou das dores no joelho direito, e o lateral esquerdo Carlinhos, ainda tentando melhorar um estiramento na panturrilha da perna esquerda. Ambos são dúvida para encarar o Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Atletas não saíram da academia na reapresentação da equipe após a derrota para o Santos (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Atletas não saíram da academia na reapresentação da equipe após a derrota para o Santos (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Apenas os goleiros reservas Renan Ribeiro, Denis, Léo e Lucas Paes apareceram para treinar no campo desenhado especificamente para eles, ao lado do gramado principal. Os reservas, que em um dia comum iriam para o treino externo, realizaram trabalho na academia. Por ser uma região com alta incidência de raios, dificilmente os jogadores deixam a parte interna em dias de temporal.

Os titulares, como de costume, realizaram apenas um trabalho regenerativo na piscina do CT, mas mesmo essa parte evidenciou a tristeza são-paulina. Normalmente, as brincadeiras e risadas dão o tom ao lado de alguma música animada. Nesta tarde, no entanto, a movimentação foi feita com cara séria, sem trilha sonora.

"O clima, para mim, está ruim, não tem como negar", afirmou o volante Thiago Mendes, escolhido para falar com a imprensa. Para ele, é importante que o clube consiga esquecer a derrota para o Peixe. "Ficou no passado. Agora temos que pensar no Coritiba porque podemos ganhar e entrar no G4", analisou.

Com 47 pontos conquistados, o Tricolor está dois atrás do próprio Santos, quarto colocado, podendo realmente entrar no grupo dos classificados à Libertadores da América. O problema é que, sob o comando do técnico Doriva, são três partidas e nem uma vitória, algo que precisa mudar para o G4 voltar a ter presença da equipe do Morumbi.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário