Cuca evita polemizar sobre liberação e deseja boa sorte a Antony na Seleção

Mateus Videira e Tomás Rosolino - São Paulo,SP

27-05-2019 11:00:09

No último domingo, na Arena de Itaquera, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, Antony fez sua última partida pelo São Paulo antes da parada para a Copa América. Isso porque o jovem atacante foi convocado para defender a Seleção Brasileira sub-23 no Torneio de Toulon, na França, sob o comando de André Jardine. Atual treinador do Tricolor, Cuca evitou polemizar sobre a possível liberação do jogador.

"Isso nem era para eu responder, isso aqui era mais para a diretoria, mas vou responder porque não gosto de ficar em cima do muro. A gente não pode privar um jogador de disputar uma competição como essa, de forma alguma. É uma valorização dele, do clube. Os que não estão deixando os jogadores irem podem ter represália na frente, não da CBF, mas da Fifa", disse Cuca em entrevista coletiva.


Assim que Antony foi chamado, o técnico são-paulino concedeu entrevista coletiva e revelou uma conversa com o jogador, que pediu para defender a Amarelinha. Ainda assim, ponderou a determinação da CBF e a possibilidade de que outros atletas tenham a permanência em seus respectivos clubes confirmada. No último domingo, por exemplo, Rodrygo, do Santos, disse ter recebido uma notificação da entidade confirmando sua liberação para defender o Peixe.

“Temos que tomar cuidado. Quanto mais jogadores nas seleções, melhor, porque é um sinônimo de bom trabalho. Não quero privar o Antony de ir para a Seleção. Ele veio me pedir, falou que quer ir. E ele vai. Mas queremos uma coerência. Que todos os jogadores que estão sendo convocados vão. Se três ou quatro não forem, como eu vou explicar para o meu torcedor que eu liberei? Se todos servirem, a gente vai servir”, disse o técnico na época.

Dessa vez, no entanto, Cuca evitou polemizar sobre o tema e se limitou a desejar boa sorte ao seu comandado. Com a convocação, Antony irá perder os jogos contra Cruzeiro, Avaí e Atlético Mineiro pelo Campeonato Brasileiro, além da partida de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil contra o Bahia, nesta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 21h30 (de Brasília).

"Se são convocados e não vão, alguma coisa ocorre. Não adianta ficar com o Antony aqui se ele ficar com a cabeça ruim. Vamos deixar ele servir à seleção, e que ele volte mais valorizado ainda do que já é", finalizou o comandante, que não sabe o que é vencer à frente do São Paulo a três jogos.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?